Seguidores

Mostrando postagens com marcador confronto com pm. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador confronto com pm. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Campina Verde – Ciganos envolvidos em confronto com a Polícia Militar



 
 Objetos usados pelos autores que foram apreendidos pela Polícia Militar

De acordo com informações da Polícia Militar, as cinco pessoas envolvidas em confronto com a Polícia Militar neste domingo que estão internadas para tratamento médico, das quais quatro delas foram transferidas para o Hospital das Clínicas de Uberlândia, nenhuma corre risco de morte.

O confronto ocorreu no Bairro Jovina de Oliveira quando, de acordo com o REDS registrado pela PM, uma viatura com dois policiais se deslocaram para o local para atender uma ocorrência de perturbação de sossego provocada por som automotivo. Ao se aproximarem do local os militares foram recebidos por cerca de 30 pessoas, membros de uma família cigana, tendo o autor L.M.R, de 32 anos proferindo os seguinte dizeres “ninguém vai prender nada aqui”. No momento em que um dos militares, tentou falar com os autores, estes começaram a agredir os militares tendo um militar efetuado um disparo com arma CBC calibre 12 com munição de borracha com o objetivo de cessar a ação dos autores.

Porem os autores estavam exaltados e começaram atirar objetos na viatura e nos militares.  Durante as agressões o autor L.M.R conseguiu tomar a arma das mãos do militar e efetuou um disparo tendo alvejado o militar no abdômen. Diante de tal fato o outro militar presente efetuou um disparo de Pistola.40 e teve inicio uma ação de confronto generalizada, sendo efetuado mais 16 disparos da referida arma.

Foi solicitado reforço policial bem como atendimento médico aos feridos tendo sido socorridos os autores, L.M.R, de 32 anos, A.F.R, de 82 anos,  A.M.D, de 46 anos,  A.M.D, 23 anos e um menor T.S.R, de 13 anos, além dos dois militares que também ficaram feridos durante a ação.

Todos foram encaminhados para o Pronto Atendimento Médico, sendo assistidos pelo médico de plantão. Os autores, L.M.R, A.M.D, A.M.D, 23 anos e o menor T.S.R, foram encaminhados para Hospital das Clínicas da cidade de Uberlândia sob escolta policial.
Após os fatos, o delegado de Policia determinou que apenas o autor L.M.R, deveria permanecer sob escolta policial, sendo que os demais apenas assinariam um TCO – Termo Circunstanciado de Ocorrência.

 
Em entrevista a este Blog de Notícias e à Rádio Cidade FM, o Comandante da 3ª Companhia, Capitão PM José Luiz da Costa que se deslocou da cidade de Iturama para acompanhar os procedimentos policiais, explicou que em decorrência do uso de arma de fogo por parte dos militares envolvidos e cumprindo o Código de Processo Penal Militar e as legislações pertinentes, as armas utilizadas pelos militares foram apreendidas, bem como foi efetuada a Prisão em Flagrante dos militares.

Capitão Costa não soube informar para onde seriam encaminhados os militares, dizendo apenas que eles iriam permanecer “enquartelados”, aguardando o andamento do inquérito militar.