Seguidores

Mostrando postagens com marcador cpi. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador cpi. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 30 de maio de 2013

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Atuação de Aécio ajuda a blindar Cabral da CPI


A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga as relações do empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, com autoridades e empresas aprovou ontem a convocação dos governadores de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), e do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT). Mas rejeitou a ida do governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB). As convocações foram aprovadas depois de uma sessão tensa, marcada por derrotas do PT em suas estratégias, defecções na base aliada da presidente Dilma Rousseff e pela atuação nos bastidores do senador Aécio Neves (PSDB-MG). O tucano foi um dos articuladores de um acordo com parte do PMDB para garantir votos para a blindagem de Cabral.
Até ontem, a tese defendida pelos tucanos era que os três governadores deveriam falar na CPI. Mas conforme a ida de Perillo foi se tornando inevitável, o partido acabou aceitando seu depoimento. Tanto que o próprio governador compareceu anteontem à CPI para manifestar essa disposição. Nesse novo cenário, o interesse dos tucanos passou a ser evitar que Perillo fosse o único governador convocado. Já os pemedebistas não queriam evitar que Cabral tivesse de comparecer. A eles também interessava retaliar o PT pela quebra do sigilo nacional da construtora Delta, aprovada na véspera.

Aécio entrou em campo e conseguiu virar votos de dois deputados tucanos, Carlos Sampaio (SP) e Domingos Sávio (MG), além do senador Cássio Cunha Lima (PB). A ele também são atribuídos os votos do PP, presidido pelo seu tio, senador Francisco Dornelles (RJ). O deputado Gladson Cameli (AC) e o senador Ciro Nogueira (PP-PI) votaram da mesma forma que esses tucanos: rejeitar Cabral e convocar Agnelo.
Os pepistas negam essa influência. Aécio contemporiza: “Não tive essa participação toda. Mas só avaliei que não tinha sentido vir o Marconi [Perillo] e não vir ninguém mais. E estávamos na iminência tanto dele ter o sigilo quebrado quanto ser convocado sozinho. E nas interceptações o Sérgio [Cabral] não aparece, mas o Agnelo aparece”. Continue lendo no IMPLICANTE.ORG

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Negociaçõe$ política$ tentam impedir que CPI convoque governadores e quebre sigilos da Delta no RJ

Edição do Alerta Total – http://www.alertatotal.net 
Leia mais artigos no site Fique Alerta – www.fiquealerta.net 
Por Jorge Serrão

Apesar de a pizzarice petralha estar operando a pleno vapor no Congresso, tudo indica que pode se reafirmar a velha tese de que “CPI todo mundo sabe como começa, mas nunca como acaba (mal)”. Revelações sobre o uso de uma rede de “laranjas” para abastecer o esquema de Carlinhos Cachoeira com muita grana desviada da Delta Construções servem de motivo objetivo para a quebra dos sigilos bancários e fiscal da empreiteira, a partir de sua sede no Rio de Janeiro. A turma chapa-branca da CPI começa a ver a coisa muito preta... 

Era tudo que não queriam o ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva e demais parceiros dos governadores Sérgio Cabral Filho (RJ), Marconi Perillo (GO) e Agnelo Queiroz (DF). Disse ontem, já começaram as negociaçõe$ para impedir que sejam aprovados, na terça-feira que vem, os requerimentos de convocação dos três políticos. PT, PSDB e PMDB também trabalham para impedir que a sessão de terça da CPI escancare as contas nacionais da Delta. Por enquanto, quem está jogando uma cachoeira de água no forno da pizza da CPI é o senador Pedro Taques (PDT-MT).

O escândalo Cachoeira já começa a transformar em torneirinha o esquema do Mensalão – que será julgado pelo foro privilegiado do Supremo Tribunal Federal. Uma investigação mais séria pode revelar os verdadeiros esquemas de corrupção por trás de muitos políticos que posam de sérios. O grande temor da petralhada e seus companheiros peemedebistas é que a desgraça de Cachoeira deságüe em quem recebia, de verdade e de forma indireta, a grana desviada de grandes obras públicas. A Delta era a principal empresa do PAC, cuja mãe é a Presidenta Dilma e o padrasto, lógico, era Luiz Inácio Lula da Silva. Engraçado é como só Cachoeira apareça como o “filho da mãe” de uma grande famiglia mafiosa...

Até agora, a informação mais comprometedora é um laudo de Perícia Criminal Federal Contábil Financeiro número 1833/2011, assinado pelos Peritos Guilherme Puech Bahia Diniz e Marden Jorge Fernandes Rosa, revela que ocorreram pelo menos cinco transferências realizadas por Geovani Pereira da Silva, o contador ainda sumido de Cachoeira, para o escritório do ex-procurador geral da República, Geraldo Brindeiro. Foi confirmado um repasse de R$ 161.279,85 ao escritório Morais, Castilho e Brindeiro Sociedade de Advogados. Continue lendo no ALERTA TOTAL

terça-feira, 22 de maio de 2012

Comissão da "Verdade" versus CPI do Cachoeirinha

   O PT é a marca da incoerência, quando tenta ludibriar o povo escondendo da imprensa documentos e alguns trabalhos da CPI, quando protege a DELTA, quando blinda governadores, (aliás, todos da base), Sérgio Cabral do Rio, Marcone Perillo-GO e Agnelo Queiros-DF. Por quê não se instala a comissão da verdade e de verdade contra o manancial de corrupção? Muitos esquerdistas poderiam dizer que não houve mortes...e quantos morrem nas filas dos hospitais esperando atendimento?

  Muitos se camuflam sob o manto do heroísmo, de que lutaram pela pátria ao tentar introduzir o modelo comunista no Brasil. Esses mesmos "heróis" é que fazem de tudo para esconder a verdade da corrupção em que o brasileiro está submetido, e por outro lado, fazem  a comissão que irá investigar apenas um lado da história, assim como a CPI irá investigar uma parte do rombo, e maioria dos culpados ficarão impunes, e a maioria dos terroristas ficarão anônimos...
           
     Por Marcelo Anastácio - Blog No Q.A.P

domingo, 6 de maio de 2012

Governo promete R$ 900 mil a mais em emendas para a base


Os deputados da base de apoio do governador Antonio Anastasia (PSDB) na Assembleia Legislativa receberão um complemento de quase R$ 1 milhão em emendas individuais. A promessa, segundo apurou a reportagem, será restrita aos parlamentares governistas, e, segundo informações de bastidores, seria uma espécie de recompensa pelo trabalho dos aliados no arquivamento da CPI do Jogo do Bicho.

Deputados confirmaram que o complemento de R$ 900 mil para cada um deverá ser aplicado em projetos de saúde a serem indicados pelos próprios aliados. O recurso extra, portanto, não contemplaria os oposicionistas e poderia não atenderia não atender a todo o Estado. Os aliados admitem haver um acordo com o governo para a destinação das emendas a hospitais e outras unidades de atendimento

O deputado Jayro Lessa, por exemplo, pretende destinar seu adicional de R$ 900 mil para dez prefeituras do Vale do Rio Doce e Jequitinhonha. "Eu ouvi dizer que é só para deputados da base do governo", admitiu para, em seguida, recuar. "Eu acho que é isso". Lessa negou, contudo, a possível relação entre o bônus e a retirada de sua assinatura para a instalação da comissão. 

Colaborador: Carlos, via email

RIO: ATO PÚBLICO CONTRA A CORRUPÇÃO - 20 MAI 2012 - COPACABANA

Os mais diversos vetores sociais estão se organizando no Rio de Janeiro para a realização de um grande ato público contra a corrupção e a favor da anistia dos Policiais Militares e Bombeiros Militares que foram transferidos, presos e/ou expulsos de suas corporações, perdendo os seus salários, pelo "crime" de lutarem pela concessão de salários justos e dignos.

A previsão é no sentido de que o ato seja realizado no dia 20 MAI 12, na Praia de Copacabana. A concentração será às 10:00 horas, em frente ao Hotel Copacabana Palace.

A primeira reunião já foi realizada no SINDSPREV (Rua Joaquim Silva, 98 - Lapa, Centro, Rio de Janeiro) e outra está programada para o próximo dia 11 MAI 12, às 18:00 horas, no mesmo local.

Sindicatos estão respondendo presente.
Associações estão respondendo presente.
Funcionários públicos estão respondendo presente.
Estudantes estão respondendo presente.
Policiais Militares estão respondendo presente.
Bombeiros Militares estão respondendo presente.
E você? Responderá presente? 
Tenho certeza que sim.
Não esqueça o seu guardanapo branco.
Exercer a cidadania nas ruas é a única forma de mudar o Brasil.

Juntos Somos Fortes!

Fonte: Blog do Coronel Paulo Paúl

sexta-feira, 27 de abril de 2012

CAMPANHA DA CPI DO JOGO DO BICHO EM JUIZ DE FORA JÁ - NÃO ESTAMOS PEDINDO, ESTAMOS EXIGINDO UMA CPI DA ALMG EM JUÍZ DE FORA, DOA A CORONEL, DOA A DELEGADO OU QUEM SABE DOA A ALGUM POLÍTICO


Associação Cidadania e Dignidade lança campanha em rede sociais, CPI do jogo do bicho já!

O movimento CPI do jogo bicho já!, nasceu da iniciativa da Associação Cidadania e Dignidade, e seu lançamento foi resultado da indignação com que os deputado mineiros, vem tratando as graves denúncias de uma rede criminosa que se instalou em juiz de Fora, cujas raízes estão no jogo do bicho e nas máquinas de caça níqueis, que envolve policiais e autoridades.

Estamos já em plena campanha de mobilização dos cidadãos, que estão indignados e exigem que os deputados cumpram seu papel e atribuições, já que de acordo com as informações publicadas pela imprensa, as denúncias envolvem não só as polícias, mas também gente poderosa e até autoridades de outros poderes do Estado.

A segurança pública, não somente em Minas Gerais, mas no Brasil precisa ser tratada com responsabilidade, transparência e principalmente com o respeito as leis, mas o que estamos vendo e que assusta o cidadão, é a indisposição dos deputados em assinarem o requerimento de instalação da CPI, pois como há envolvimento de autoridades de ambas corporações policiais do Estado, e também de autoridades de outros poderes, é fundamental o trabalho da CPI, que poderá ser um divisor de águas para a segurança pública e estaremos dando exemplo para o Brasil, que aqui em solo mineiro não admitirmos ou somos omissos e coniventes com rede de corrupção e crimes.

Este movimento que agora se transforma em campanha, já está inserido e publicado no mundo virtual, e vamos ampliar a participação e adesão das redes sociais, facebook, twiter, blogs, e outros instrumentos capazes de dar importância ao que os deputados de Minas Gerais, estão tratando como algo natural, como se tais delitos e a rede de corrupção que os abriga, fossem ocorrências comuns e sem nenhum impacto na segurança pública, não somente de Juiz de Fora, o que já seria justificativa mais do que suficiente para a abertura de uma CPI, mas seus reflexos, efeitos e consequências afetam todo sistema de segurança pública e de persecução criminal.

Neste sentido, ainda que a resistência passiva dos deputados possam sepultar a CPI, antes mesmo de sua abertura, estaremos dando continuidade e arquivaremos todas as denúncias, que comporão outra campanha nas eleições, sejam estas municipais, estaduais ou federais, para que assim o cidadão de Minas Gerais, possa saber em que parlamentares confiar sua segurança e de sua família.

Esperamos que os deputados, que ainda não assinaram ou que estão em dúvida da gravidade da situação, que se aliem aos cidadãos nesta ação que como afirmamos poderá estabelecer um novo marco na relações éticas dos organismos policiais do Estado, que já padecem de desvalorização e deficiente infraestrutura para desenvolver suas atividades.

E não pensem os deputados, que os policiais são desfavoráveis a instauração da CPI, pois como podemos avaliar e aferir, em especial na rede sociais, todos são favoráveis e aguardam com expectativa sua abertura oficial.

Isto posto, suplicamos aos deputados, que o momento é de estreitar e aproximar-se da esmagadora maioria de policiais honestos de Minas Gerais, como uma resposta aos que se dedicam com zelo, empenho e muitas vezes com sacrifício pessoal às suas atividades, assim é que apelamos para que assinem o requerimento da CPI.

José Luiz Barbosa-Presidente da Associação Cidadania e Dignidade