Seguidores

Mostrando postagens com marcador desvio. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador desvio. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 3 de abril de 2012

PM ganha delegacia para investigar crimes militares no norte e noroeste do Estado

 A primeira delegacia de Polícia Judiciária Militar do interior do Estado foi inaugurada nesta terça-feira (3) em Campos dos Goytacazes, no norte do Estado do Rio. De acordo com o Secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, ela vai investigar de perto denúncias ligadas aos 3.000 policiais militares que atuam nos quatro batalhões da região norte e noroeste do Estado. Ele afirmou que quer que as irregularidades sejam investigadas e os criminosos punidos.

- A instituição que não corta a própria carne não combate a corrupção. Duvido que alguém corte tanto na própria carne quanto a Polícia Militar e a Polícia Civil têm cortado.

A nova delegacia, subordinada a corregedoria militar, será chefiada pelo tenente-coronel Antônio Carlos Sabino, que já foi subcomandante do batalhão de Itaperuna (29º BPM), no noroeste do Estado. Meses antes da inauguração formal, a delegacia já vem investigando várias denuncias contra policiais militares da região. Segundo o comandante Sabino nestes meses já foram constatados alguns crimes, entre eles os que resultaram na prisão de sete policiais militares durante uma ação conjunta como Ministério Público Estadual.

Segundo Beltrame, além da atuação dos 30 agentes, a delegacia vai poder contar com apoio da subsecretaria de Inteligência. Ele informou ainda que outras unidades vão ser inauguradas junto às CPAs (Comandos de Policiamento de Área) do interior do Estado.

Além do secretário, participaram da inauguração os comandantes da PM no Estado e na região, representantes do Corpo de Bombeiros em Campos (5º GBM), os titulares das delegacias de Campos e municípios vizinhos, e autoridades da área de segurança de Campos.

A delegacia vai receber denúncias da população através dos telefones: (0xx22) 2738.1345 e 2738.0318.

R7 

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Abuso: Comando do Gate é suspeito de desvios

Considerado o grupo de elite da Polícia Militar de Minas, o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) é alvo de graves denúncias de improbidade administrativa e assédio sexual. As suspeitas recaem sobre o comandante do Gate, o tenente-coronel Marcelo Vladimir Correia, e o subcomandante major Ledwan Salgado Cotta.

Os dois foram ouvidos na manhã de ontem durante uma audiência pública na Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas. De acordo com o deputado sargento Rodrigues (PDT), que convocou a reunião, as ações de improbidade teriam sido praticadas por Cotta e incluem a contratação da obra de reforma de um banheiro e da cozinha do Gate no valor de R$ 50 mil. A reforma, no entanto, não teria sido realizada. Outra suspeita é de que os militares tenham feito a transferência irregular de 14 homens para outras unidades, além de terem assediado sexualmente outros dois militares.

Na audiência, foi aprovado um requerimento pedindo o afastamento de Cotta. O documento foi encaminhado ao Ministério Público Estadual. Os militares não foram encontrados para comentar o caso. O corregedor da Polícia Militar, coronel Hebert Fernandes Souto Silva, prometeu apurar as denúncias.
 
RICARDO VASCONCELOS
OTEMPO em 23/09/2011

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Romário: 'Quase impossível' não ligar Ricardo Teixeira a corrupção

Foto: AE


Deputado critica acúmulo de cargos na CBF e no COL e diz que dirigente terá de pagar se deu prejuízo aos cofres públicos. Romário: 'Quase impossível' não ligar Ricardo Teixeira a corrupção.

O deputado federal e ex-jogador da seleção brasileira Romário disse ao iG que “é quase impossível” o presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Ricardo Teixeira, não estar envolvido em corrupção. Para ele, se for o caso, o dirigente deve “pagar pelos prejuízos dados aos cofres públicos”. A assessoria da CBF informou que não comentará as declarações. Nesta quinta-feira, o PRB pediu investigação da Procuradoria-Geral da República sobre o dirigente.

Romário em visita técnica às obras do Estádio Mineirão, em Belo Horizonte

Teixeira foi responsável pela convocação de Romário para a Copa do Mundo de 1994, da qual o Brasil foi campeão. O ex-jogador está atuando na comissão de fiscalização dos gastos do Comitê Organizador Local da Copa do Mundo de 2014, no Brasil, e convidou o presidente da CBF a depor na Câmara para “tirar dúvidas” sobre os estouros de orçamento na preparação da competição.

O comentário de Romário se referia ao suposto envolvimento do presidente da CBF em irregularidades e corrupção na Fifa, como denunciado por órgãos de imprensa do Reino Unido. Citando reportagem intitulada “Máfia do Futebol”, da TV Record, Romário disse que Ricardo Teixeira está “no meio”.

Da esq. para dir., Mariz, J. Hawilla, Campos Pinto e Teixeira no camarote do estádio de Córdoba, na Copa América

"Estou torcendo para não ser verdade, mas é quase impossível. Torço para que seja equívoco", afirmou Romário, dizendo cumprir função de deputado de fiscalizar.
 
  Fonte: http://esporte.ig.com.br/futebol/para+romario+e+quase+impossivel+ricardo+teixeira+nao+estar+envolvido+em+corrupcao/n1597080279731.html