Seguidores

Mostrando postagens com marcador detenção. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador detenção. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Detento é investigado após ter fotos de sexo postadas em rede social


Detento é investigado após ter fotos de sexo postadas em rede social, em Goiás (Foto: Reprodução/Facebook)
Um presidiário de 29 anos é investigado pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária de Goias (Sapejus) após fotos dele fazendo sexo com uma mulher serem postadas em uma rede social. As imagens foram registradas pelo próprio detento, com um celular. A Sapejus investiga se as fotos foram feitas dentro do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana.

A postagem diz que a mulher é uma prostituta. Nas fotos, ambos estão nus. O rapaz está preso em regime fechado desde 2010, segundo a Sapejus. Ele foi condenado a 26 anos de prisão pelos crimes de tráfico de drogas, tentativa de homicídio e lesão corporal.
A Sapejus afirma que também abriu um procedimento administrativo para, caso a foto tenha sido feita dentro do presídio, apurar se houve participação de algum servidor.
Em 2011, o jovem tentou fugir da Penitenciária Odenir Guimarães (POG) vestido de mulher. Na ocasião, ele usou peruca, bijuterias e enchimento nos seios, mas foi barrado pelos agentes penitenciários ainda no primeiro portão de saída.

sábado, 3 de março de 2012

CB PM de Rondônia é condenado a dois dias de detenção por doar sangue

Ao abrir o site da fundação hemeron você vai se deparar com a seguinte mensagem “Doar sangue e um gesto de altruísmo e de respeito para com o próximo. E dar algo que não nos traz prejuízo, mas que pode ser a única esperança de quem esta beirando a morte. E oferecer ajuda, sem precisar de nada em troca, apenas pelo prazer de ajudar e se sentir satisfeito consigo mesmo, praticando o bem.”

Porem O Cabo SHOCKNES da 2°Companhia do 1° Batalhão da Polícia Militar do Estado de Rondônia, teve um Processo Administrativo aberto em seu desfavor, O Processo Apuratório Disciplinar Sumário N°20/2°CIA PO/1°BPM/2011, mesmo contrariando o Estatuto da Policia Militar,no qual foi condenado a dois dias de detenção, pois contra este pesa a grave acusação de ter Doado Sangue.

No entanto o Nobre Oficial que fez o Julgamento deve estar Correto em seu julgamento uma vez que o Policial só deve dar seu sangue pela corporação, ou não.Este deve entender melhor o quão grotesca foi à conduta do policial, pois e fruto de um curso de formação de oficial que lhe ensinou bem que Doação só com permissão senão Detenção é assim na Corporação.

Fico meio confuso com os valores hoje ensinados, mas quem sou eu para afirmar ou questionar alguma coisa é só um ser humano comum, não tenho o super poder de carregar uma estrela no ombro, porém se me permitirem também gostaria de doar sangue e ajudar alguém sem saber quem, mas sei lá tenho medo de ser privado de meu direito de ir e vir e melhor não.

www.assfapom.com/pec300.com