Seguidores

Mostrando postagens com marcador dilma rousseff. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador dilma rousseff. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 6 de setembro de 2016

O Brasil é um adolescente que não quer crescer

      Brasil vive uma crise a adolescência na democracia. Assim como é ingênuo acreditar que houve golpe parlamentar como propaga a esquerda raivosa, é proporcionalmente inocente acreditar que o novo presidente fará as reformas estruturais que tanto o país precisa. Não esqueçamos que Temer era vice de Dilma há dez anos, e portanto sempre  comungou dos mesmos ideais de pão e circo. Não se entrega o queijo para o rato vigiar. O maior sinal de que não haverá mudanças significativas, foi o sinal claro, como se tivesse um neon para destacá-lo, quando o senado brasileiro interpretou a CF/88 de maneira tendenciosa, causando insegurança jurídica ao retirar o mandato da presidente Dilma, mas, não impedindo-a de exercer cargo público como reza o texto. Esse imbróglio dará fôlego as velhas raposas como o ex-senador Delcídio do Amaral, (cassado por deletar seus colegas de senado) e Eduardo Cunha, um corrupto contumaz, porém muito habilidoso nos recursos e manobras judiciais e políticas para se manter no cargo.

     A educação continua sendo o maior problema nacional, e continuará sendo por muito tempo. No Brasil a pirâmide de investimento é inversa, com o ensino superior recebendo o maior aporte enquanto a educação básica, sofre toda a sorte de improvisos para tentar continuar viva. E nesse aspecto não conseguimos ver o país como país que gere conhecimento. Somos apenas pernas e braços, a mão de obra para as multinacionais. Mas como na adolescência é comum que não façamos o dever de casa, vemos então um país retardatário no desenvolvimento tecnológico, científico e humano.

     Não queremos um país seguro, bonito, eficiente para ser contemplado por estrangeiros. Temos que ser eficientes para os nossos cidadãos, o resto é consequência natural. Enquanto o Brasil for um país do futuro não terá um presente promissor. O Brasil deveria se chamar esperança...

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Dilma mentiu sobre os empréstimos do BNDES


O Presidente do BNDES, Luciano Coutinho afirmou na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado que no caso de empréstimos para projetos no exterior, o tomador dos recursos junto ao BNDES são os Governos financiados.



Ou seja: os empréstimos foram feitos diretamente à Cuba, Venezuela e Angola. Isso desmente o dito pela então candidata Dilma, durante a campanha eleitoral.


fonte: youtube.com/ementiradopt

terça-feira, 14 de abril de 2015

DILMA INDICA LUIZ EDSON FACCHIN PARA O STF


O Palácio do Planalto informou nesta terça-feira (14) que o advogado Luiz Edson Fachin, 57 anos, é o indicado pela presidente Dilma Rousseff para a vaga aberta de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Antes de ser confirmado, o nome de Fachin ainda terá de ser aprovado no plenário do Senado Federal.
De acordo com nota divulgada pela Secretaria de Imprensa da Presidência da República (leia a íntegra ao final desta reportagem), Fachin "cumpre todos os requisitos necessários para o exercício do mais elevado cargo da magistratura do país".

Advogado e professor titular de Direito Civil da Faculdade de Direito do Paraná, Luiz Edson Fachin também é professor visitante do King’s College, na Inglaterra, e pesquisador convidado do Instituto Max Planck, na Alemanha. Leia mais no G1

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Jetinho brasileiro: Governo Federal gasta mais do que pode e tenta mudar meta de gastos públicos


Governo quer usar PAC e desonerações tributárias para favorecer resultado primário
Governo tenta aprovar projeto de lei que permite driblar (de novo) meta fiscal

Proposta encaminhada ao Congresso acaba com limite de R$ 67 bi para o abatimento de desonerações tributárias e investimentos do PAC

O governo vai ganhar flexibilidade para administrar a meta de superávit primário das contas do setor público, caso seja aprovado o projeto de lei enviado nesta terça-feira ao Congresso Nacional. A proposta altera, em última hora, as regras da política fiscal brasileira em 2014 acabando com o limite fixo de 67 bilhões de reais para o abatimento das desonerações tributárias e os investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Ou seja, o governo ganha liberdade para abater da meta todo o volume de investimentos do PAC e de desonerações que forem feitos até o final do ano.
Até setembro, as desonerações e os gastos com o PAC já somam 122,9 bilhões de reais. Esse valor deve aumentar substancialmente até dezembro, o que pode garantir margem para o governo reverter até mesmo um resultado desfavorável nas contas públicas. Até setembro, as contas do setor público acumulam um déficit de 15,3 bilhões de reais. Continue lendo Veja

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

O Brasil está de luto, não há o que comemorar


           Ao contrário do que a maioria comemora, entendo que o Brasil vive um dia de luto com a vitória da ex-terrorista de Dilma Rousseff. Infelizmente o nível de informação e discernimento não chegou a patamares suficientes para gerar a tão sonhada alternância de poder. Muitos, especialmente alguns estados beneficiados com o Bolsa Família, ainda pensam e agem de acordo com os interesses imediatos.

          Mesmo depois de vários escândalos de corrupção, de condenações de ministros e políticos ligados ao partido dos trabalhadores (chega a ser piada esse nome...), vimos que o povo votou na releição demonstrando que a corrupção além de cultural, é por isso mesmo, algo totalmente "normal" e que deve ser aceito por todos, em troca de penduricalhos e mimos eleitoreiros. O PT não tinha, não tem e não terá um plano de governo, um projeto de nação. Aliás, sequer apresentou um programa de governo no período eleitoral, talvez apostando justamente na ignorância política da maioria do seu eleitorado.

             O Brasil vai continuar vivendo em cima do acaso, do improviso e da bagunça generalizada, que logicamente é o terreno fértil para os corruptos, para os puxa-sacos e obviamente serve como cabide de emprego para os incompetentes. Todos querem mamar nas tetas do Estado. Lembrando o ministro do trabalho Carlos Lupi, que recebia salário sem nunca comparecer ao trabalho, e que por isso foi demitido por Dilma, depois de ser denunciado pela imprensa.

          O PT apesar de ter a maioria há 12 anos no Congresso, infelizmente faz exatamente aquilo que acusa os seus opositores de fazerem. Ou seja, o PT e seus aliados, servem as elites, sejam elas da corrupção, do atraso, que não têm interesse nenhum nas reformas que os brasileiros que votaram em Aécio almejam. É sabido que muitos dos que apoiaram Dilma no presente e Lula no passado, como Sarney, Collor, Renan Calheiros, Maluf, respondem a vários processos criminais por corrupção. Como esses apoiadores apoiarão as mudanças? Seria o mesmo que acreditar que as lombrigas apoiariam o paciente a tomar vermífugo. 

           Objetivamente os dias não serão bons e muito menos de esperança como comemoram os "vencedores". Num país eminentemente agrícola, a seca elevará o preço dos alimentos, aliado ao aumento da gasolina, da energia elétrica, também por falta de alternativas na captação de energias. Todos esses fatores somados com certeza trarão de volta a inflação, que diante de um governo corrupto e completamente desorganizado, sem metas, sem planejamento, sem pesquisa e com mais da metade das obras do PAC - Programa de Aceleração do Crescimento, paradas, seja por incompetência, seja por denuncia de superfaturamento, a visão do futuro podemos ver no passado, quando na época do governo Sarney, além da inflação, até falta de alimentos vimos nas gôndolas dos supermercados.

               Diante desse quadro real e consequente, desejamos que a oposição ressuscite, e vá às ruas, cobre do governo medidas emergenciais e de planejamento a médio e longo prazo, ou continuaremos eternamente sendo o país do futuro.

                 O mais ridículo dessa presidente é passar a campanha inteira jogando regiões umas contra as outras, apostar na visão míope de pobres contra os ricos, héteros versus homossexuais, como no caso da Luciana Genro do PSOL, que a todo momento tentou criar um clima de animosidade e agora que ganharam as eleições vem como o discurso de união. A única possibilidade de unificar o país será o governo tomar medidas drásticas já agora nos dois primeiros meses pós reeleição para que comecem a surtir efeito já no início de 2015. Do contrário serão mais quatro anos de mentiras, corrupção, promessas, bolsas, e gente mamando gostoso enquanto a maioria vai continuar morrendo nas filas de hospitais...ou pela violência...O Brasil está de luto!

domingo, 16 de fevereiro de 2014

Presidente DILMA é "amada" pelo povo, quanta "popularidade"...foda-se a copa!!!


MALDIÇÃO DA PEC 300!!! APESAR DELA SE ESQUECER DA SEGURANÇA PÚBLICA E DO PISO NACIONAL DESSES PROFISISONAIS...NÓS É QUE AINDA A MANTEMOS NO PODER...Protestos dos brasileiros na inauguração do estádio ARENA AMAZONAS, onde nem futebol existe...será mais um elefante branco...maldidos!!!

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

EMPRÉSTIMO DO BRASIL À CUBA É INCONSTITUCIONAL


A doutora em direito internacional, Maristela Basso, aponta que fornecer empréstimos sem a aprovação do Congresso é algo inconstitucional. Acompanhe a análise da especialista.

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Associações convocam policiais para abraço simbólico ao Arena das Dunas durante visita da Presidente Dilma

Com a inauguração marcada do Arena das Dunas para acontecer nessa quarta-feira, 22, na qual contará com a presença da Presidente Dilma Rousseff, as associações dos policiais e bombeiros militares do RN estão convocando todos a realizarem um grande ato em defesa da Segurança Pública.
A ideia é de que os militares estaduais realizem um grande abraço no Arena das Dunas para chamar a atenção da imprensa nacional que estará presente para a inauguração do estádio quanto a situação caótica que se encontra o RN em relação a Segurança Pública.
Segundo divulgado recentemente, o Governo do RN devolveu à União cerca de R$ 12 milhões dos recursos destinados a Segurança Pública do Estado.
Além dos militares estaduais, outras categorias de servidores públicos e a sociedade civil planejam participarem de um protesto durante a inauguração do Arena das Dunas pela Presidente Dilma.
Os militares se concentrarão na sede da Associação de Cabos e Soldados a partir das 14 horas dessas quarta-feira (22).
Comento: Seria um abraço de urso?

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Presidente Dilma faz discurso e mais uma vez ignora a insegurança pública...


Na República de Pinóquios, a autoridade máxima fez discurso de final de ano, onde falou de saúde e educação, com a mesma "coragem" e leniência de sempre. Da segurança, mais uma vez ignorou. Isso porque os policiais honestos não têm o piso nacional da segurança; isso porque policiais e bombeiros ainda não recebem periculosidade e insalubridade; isso porque neste mês dezembro, vários presos foram decapitados no presídio do Maranhão, onde os mesmos presos ordenaram estupros dentro e fora da cadeia, para atacar o governo. A presidente ignora a (in) segurança pública porque anda cercada de seguranças, ou porque matou policiais nos anos 60, para roubar, sequestrar, em nome da ditadura do proletariado. Ela ignora a segurança porque no país de Pinóquios não há homicídios, não existe violência, porque o povo é educado, bem nutrido e não precisa de hospitais. Nosso povo precisa de lazer, de obras superfaturadas, estádios de futebol, e das "verdades" da República de Pinóquios...

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

"É um crime privatizar a PETROBRAS e o Pré-Sal", dizia Dilma...



Leia no G1, Campo de Lira do Pré Sal, foi leiloado.


Quem não tem caráter? Quem é mentiroso? Quem é demagogo? Quem acredita nessa mulher? Quem é reacionário? É um crime privatizar a PETROBRAS, é um crime votar nessa senhora...e ainda tem alguns românticos, ingênuos...que acreditam e enxergam a política de maneira maniqueísta de direita e esquerda; que representam apenas os lados dos bolsos dos políticos brasileiros...