Seguidores

Mostrando postagens com marcador eb. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador eb. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 24 de março de 2015

Militar do Exército é preso tentando aplicar golpes em Jataí


11079594_908365232546884_1336738747149945498_nFardado o Militar Marcos Vinicius Bento da Silva, foi detido em flagrante logo após tentar aplicar um golpe em uma instituição financeira no Centro de Jataí, nesta tarde.

Uma das atendentes do estabelecimento desconfiou, quando o Militar pediu para que ela depositasse o valor de três mil reais em três contas diferentes. O homem usava um aparelho celular afirmando que a ordem do depósito partia de um coronel do exercito. E o dinheiro seria para o pagamento de soldados.

Ao perceber o golpe a atendente acionou a Policia Militar, que constatou que uma Casa Lotérica e uma Agência do Correio também foram visitadas pelo suspeito.

Segundo o Delegado Ederson Bueno, ele passava o celular para a funcionaria do estabelecimento, e o interlocutor se passando por um Coronel do Exercito alegava que precisava fazer três depósitos, sendo cada um no valor de Um Mil Reais, informando que após efetuar o deposito o autor iria repassar o dinheiro.

O Marcos Vinicius alegou a Polícia que também havia sido vitima de um golpe, ao verificar o aparelho, o Delegado constatou que as ligações tinha origem do DDD (85), código que corresponde ao estado do Ceará.
Para o Delegado o suspeito falou que havia recebido o telefonema de uma pessoa dizendo que ele havia ganho em um sorteio o valor de Cinquenta Mil Reais, mas para receber o premio ele precisava fazer o deposito de Três Mil reais em uma Casa Lotérica ou em um Correio.

Marcos Vinicius Bento da Silva foi autuado em flagrante pelo crime de estelionato. As investigações sobre o caso continua, na tentativa de identificar esta segunda pessoa.Com informações de Vinicius Esteves (TV Sucesso)

sábado, 19 de maio de 2012

Remuneração das Forças Armadas

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net 
Por Gilberto Ottoni

A Lei Nº 10.331 de 18 Dez 2001, que regulamenta o art. 37 inciso X da CF de 1988 (que dispõe sobre a revisão geral e anual das remunerações), por descaso não é cumprida.

A MP 2215-01 (LRM) que usurpou direitos dos militares e pensionistas das Forças Armadas está engavetada no Congresso há mais de onze anos aguardando votação.

Para piorar a União não cumpre o que preceitua o Art. 24 da Lei nº 667/69.

Art.24. Os direitos, vencimentos, vantagens e regalias do pessoal, em serviço ativo ou na inatividade, das Polícias Militares constarão de legislação especial de cada Unidade da Federação, não sendo permitidas condições superiores às que, por lei ou regulamento, forem atribuídas ao pessoal das Forças Armadas. 

A União aumentou o salário dos Policiais Militares do Distrito Federal (ativos, inativos e pensionistas) e ignorou o direito ao aumento dos Militares e pensionistas das Forças Armadas.

Um oficial fuzileiro da Marinha, um oficial piloto da FAB ou um oficial engenheiro do Exército, formado no IME, ganha “muito menos” do que um Agente de Polícia Federal, cujo salário é de R$ 7.514,00 “inicial”. 

Um Suboficial, com mais de 30 anos de serviço, dedicados inteiramente ao serviço das Forças Armadas e da Pátria, ganha menos do que um Policial Rodoviário Federal, cujo salário é de R$ 5.620,00 em “início de carreira”. 

Um sargento, com 20 anos de serviço (fuzileiro, infantaria, controlador de vôo, mantenedor dos radares que controlam o espaço aéreo brasileiro ou especialista de diversas áreas dos quadros das FFAA) recebe “muito menos” do que um soldado da PM-DF, cujo salário é de R$ 4.000,00 em “início de carreira”, sendo que o dinheiro vem da mesma fonte pagadora: a União. 

A Família Militar das Forças Armadas está vivendo de pires na mão e na mendicância devido à indiferença do Estado quanto ao trato das Remunerações.

A defasagem nos vencimentos no decorrer dos últimos onze anos chega à aberração de 135%.

O Estado precisa, sim, revogar a MP 2215-01(LRM) com o objetivo de restabelecer de imediato os direitos nas remunerações que foram usurpados pela famigerada MP; e a confecção de uma regra perene, justa, para recompor os vencimentos dos militares e pensionistas, com a finalidade de dar um tratamento de “igualdade” com as demais carreiras do funcionalismo.

A defesa da manutenção das missões constitucionais das Forças Armadas não poderá ser completa se não transitar pelas questões sócio-econômicas que afetam a Família Militar.

Se nossos representantes não socorrem os guardiões da nação, a quem recorrer? 

Gilberto Ottoni é Militar, Cidadão e Eleitor. Texto enviado ao presidente do Senado, José Serney, e demais senadores.

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Homens do Exército e da BM são presos ao fazer segurança irregular

Militares estavam com pistola e arma de brinquedo em um clube de Tramandaí

Correio do Povo

A Brigada Militar (BM) prendeu um soldado do exército e um policial militar que realizavam a segurança, de forma irregular, em clube na praia de Tramandaí, no Litoral Norte. A prisão ocorreu na noite dessa sexta-feira na avenida Fernandes Bastos. Com eles, a BM apreendeu uma pistola com numeração raspada e uma réplica de plástico.Continue lendo no Blog Notícias Militares:>>>>>>>>