Seguidores

Mostrando postagens com marcador educação física. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador educação física. Mostrar todas as postagens

domingo, 14 de abril de 2013

Governador de Minas dispensa professores de educação física



MAIS UMA VERGONHA PARA MINAS GERAIS!

JÁ NÃO BASTASSEM AS PROPAGANDAS ENGANOSAS DO GOVERNO, DIZENDO QUE A EDUCAÇÃO EM MINAS É A MELHOR DO BRASIL... MAIS ESSA AGORA:

Acreditem se puder, o digníssimo representante do povo Governador Antônio Anastasia, decidiu por conta própria que os alunos do 1º ao 5º anos do ensino fundamental, NÃO PRECISAM DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA. Sim... Qualquer professor a partir de agora vai poder ministrar tais aulas. AONDE ESTÁ O CREF DE MINAS?????

Você gostaria de ver o seu filho tendo aulas de educação física, sendo ministradas pela professora de história?? Estaria um professor de matemática apto e/ou motivado para ministrar jogos, brincadeiras e atividades para nossas crianças??

Política de estado mínimo, serviços mínimos, educação mínima seguem em alta nas políticas publicas do Estado de Minas Gerais. O governador tucano, Antônio Anastásia, publicou no Diário Oficial do estado, em 9 de janeiro, medida que extingue as aulas de Educação Física, ministradas por profissionais da área, para os alunos da rede estadual que estiverem cursando os anos iniciais do Ensino Fundamental.

Segundo a Resolução SEE nº 2253/2013 o governo tucano toma esta decisão considerando a necessidade de “controle permanente dos recursos humanos disponíveis”.

O mandraque tucano para não extinguir de vez as aulas de Educação Física é colocar o “próprio regente da turma”, ou seja, o professor primário, para ministrar as tais novas “aulas”, salvo a exceção “quando na escola já houver professor efetivo ou efetivado”, afirma o artigo publicado.

A resolução do governo estadual determina ainda que o funcionamento das bibliotecas públicas das escolas não poderá exceder a 16 horas semanais.

Uma professora de Educação Física de Minas Gerais, encaminhou carta à Secretaria de Educação pedindo esclarecimentos sobre a resolução e o fim das aulas para os alunos de Ensino Fundamental, já que os “professores regentes”, não possuem capacitação técnica para ministrar as aulas.

Em resposta, a assessora da subsecretaria de gestão de recursos humanos, Maria de Lourdes Carvalho, afirmou que “o art. 4º da Resolução SEE nº 2253/2013 não será retificado”. Afinal, as aulas continuarão a ser ministradas.

Me respondam você... E AGORA CREF-MG? E AGORA MINAS GERAIS?

ESTA É A EDUCAÇÃO DE MINAS!!!