Seguidores

Mostrando postagens com marcador falso. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador falso. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Você sabe como identificar um “falso líder político”?


Como já estamos convivendo mais uma campanha política, apresentamos 13 dicas para você identificar o "Falso lider político" da comunidade.
1. Ele não participa dos acontecimentos do dia a dia da sua comunidade, mas quando passeia nela, sempre procura algo para reclamar. Com certeza ele só vai procurar algo errado. Fará apenas isso!
2. Nas suas raras aparições públicas o “falso líder político”,dedica-se (especificamente assim) em encontrar falhas nos outros líderes, monitores e idealizadores ali presentesCritica de verdade, sem pudor, sem a comprovação do fato e da fonte, sem caráter, sem responsabilidade,  e banalizando o acontecimento.  Ao encontrar essas falhas, (“ele”) passa a pulverizá-las para os seus seguidores. Estes, os encarregados de fazerem a propaganda negativa andar conforme  a estratégia do seu falso líder.

3. Sua postura original (fruto da sua personalidade) é somente criticar.  Agora, quanto às coisas boas ele não comenta nada, não elogia, fica na sua e em absoluto silêncio e jamais admite que a ação do próximo seja uma boa ideia.

4. “Ele” nunca aceita missão, compromisso ou incumbência alguma.  Lembre-se que o “Dom” do Falso líder político é somente criticar, e nada realizar.

5. Quando lhe é solicitado a sua opinião sobre qualquer assunto, responde que não tem nada a dizer contra e nem a favor, e depois (às costas do seu próximo) espalha como deveriam ser as coisas na sua "opinião". Opinião essa que sempre será 100 % contrária conforme o assunto lhe fora apresentado.

6. “Ele” não faz o primariamente  necessário no dia a dia da sua comunidade, que é participar.  Quando muito faz é apenas propagar que a sua comunidade está sendo dirigida e dominada por um grupinho. Pois se não tem a sua participação (do falso líder), é porque é um grupinho.


Comentário do blog: Tem muito picareta por aí, "disfarçado rondando ao redor"...como dizia Gilberto Gil. Tem "líder" que só aparece em velório, carrega caixão, "chora com a família" e depois vai pedir voto, sem nenhum escrúpulo. Outros, apesar de fazer parte de associações se contentam com o mega projeto: comprar um filtro de água, com dinheiro da entidade, mas, diz que foi "ele" quem deu...kkkk...e ainda coloca o adesivo com seu nome já fazendo o "marketing político". Outros nunca aparecem nas manifestações, e acusa aqueles que vão de baderneiros...daí; ano que vem se apresentará como "bem relacionado", com "intimidade com o comando"...outros lutam apenas pelo benefício próprio ou pela própria escala, e mente pra tropa dizendo que vai mudar a escala..."todo mês ela muda"...(apenas o prefixo da viatura), o que não muda é a do falso líder...enquanto a maioria trabalha 60 dias para folgar um final de semana, o falso líder trabalha 12x36...outros modelos de falsas lideranças se colocam como "interlocutores de deus", se colocando como candidato da igreja, da vontade divina...e você meu amigo, não pode ficar sendo eternamente ovelha. Observe os candidatos, suas atitudes e não os seus discursos de pseudo-líderes. Por exemplo, alguns são presidente de associações, e, quantas vezes fizeram publicação com a prestação de contas? Quantas vezes viajou à Brasília pela PEC 300?, Quantas vezes doou ou viabilizou internações ou campanhas beneficentes para o policial ou parente de militar que está passando por dificuldades? Não adianta votar pela simpatia, isso explica os milhares de votos do "Tiririca". Vote em quem tenha lado, tenha postura, tenha coerência...esse acompanhamento do candidato dá trabalho, mas, o retorno é efetivo. Votar em candidatos "alça de caixão" ou que usam o nome de deus para se promover, ou que somem e só aparecem na época da campanha...é tudo que o Brasil não precisa...pense nisso...