Seguidores

Mostrando postagens com marcador greve branca. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador greve branca. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 12 de abril de 2013

PI – Policiais civis vão entregar cargos de chefia e fazem ato em delegacias (no país da copa...)


Os policiais civis que participam da Operação Polícia Legal se reuniram na frente de um hotel da cidade, onde a Secretaria de Segurança Pública realiza um encontro técnico, para protestar contra a falta de condições de trabalho. Eles disseram que no dia 19 de abril, data em que é comemorado o Dia do Policial Civil, vão entregar os cargos de chefias dos distritos na capital e no interior.
Segundo os policiais, os chefes de investigação, de plantão e os escrivães de Parnaíba, Floriano, Picos, Teresina, Campo Maior e Piripiri já confirmaram a adesão à entrega de cargos.
Cerca de 60 policiais, vestidos de preto, se reuniram e de lá seguem para a Central de Flagrantes.

Após o governo lançar a proposta de reajuste salarial de 60% dividido em oito parcelas por quatro anos, a categoria resolveu deflagrar a operação “Polícia Legal”, na qual os servidores irão apenas cumprir o que lhes é cabido, como por exemplo, só serão emitidos Boletins de Ocorrência e Flagrantes na presença de delegados, não haverá custódia e alimentação de presos, entre outras ações.

Fonte: Blog Amigos de Caserna

terça-feira, 9 de abril de 2013

Ceará: PMs envolvidos na greve sofrem punição em quartel


Representantes das Comissões de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa e da Câmara Municipal de Fortaleza visitaram os policiais que estão afastados de suas funções, por causa da greve de 2011. A denúncia é que os policiais estariam sofrendo tortura psicológica. O Barra Pesada fez imagens exclusivas da reunião.

sábado, 10 de março de 2012

Entenda porque os militares do DF estão insatisfeitos

Click na imagem para ampliá-la
Certamente este movimento tem surtido um grande resultado e grande parte é fruto da decisão de não multarmosO Governo não está nem um pouco preocupado com o número de sequestros-relâmpago aumentando ou com criminalidade que já tomou conta do DF, para eles o que mais está preocupando é a arrecadação que diminuiu muito. Na semana passada um grupo de diretores do DETRAN -DF foi ao Comandante geral da PM para pedir que cobrem dos policiais do trânsito que multem, o resultado foi a diminuição dos SVG como retaliação ao BPTRAN e CPRV. 

POR QUE A PMDF BANCA O DETRAN-DF??? 

SE CONTINUARMOS ASSIM O ''AGNULO'' VAI IMPLORAR PARA VOLTARMOS A TRABALHAR...!!! KKKKKKKK

CONTINUEMOS NOSSA OPERAÇÃO PADRÃO..!! MULTAS ZERO..!!!

ESTATISTICAS ANTES E APÓS A OPERAÇÃO "MULTA ZERO"

"Segundo o Secretário Wilmar Lacerda não há possibilidade de reajustes salariais para esse ano. Perguntado sobre o reajuste concedido ao DETRAN-DF respondeu que não houve reajuste para aquela corporação em 2009/10 e 2011 e que o "impacto da folha deles é pequeno", POSSUEM FONTE PRÓPRIA e que só receberão a partir de maio deste ano."
  
VAMOS VER SENHOR SECRETARIO, SE O DETRAN REALMENTE POSSUI FONTE PRÓPRIA.
 
ANTES E APÓS A OPERAÇÃO PADRÃO
 
SEM OPERAÇÃO PADRÃO
DO DIA 16 A 28 DE FEVEREIRO DE 2011
MULTAS: 6.985
VALORES: R$ 1.177.384,09
 
COM OPERAÇÃO PADRÃO
DO DIA 16 A 29 DE FEVEREIRO DE 2012
MULTAS: 401
VALORES: R$ 82.116,60
 
FONTE: Anônimo e confiável.
  
            Realmente um dos que bancam o Detran é a PMDF,com as notificações de trânsito! Talvez o maior seja essa onda de dispositivos eletrônicos de controle de velocidade e avanço de sinais, mas somos de longe, um dos maiores responsáveis pela grande arrecadação do Detran. E pior que um dos motivos do aumento deles foi que eles são pequenos em se falando de instituição e que tem renda própria! E essa renda própria talvez seja proveniente das multas, boa parte emitidas pela PMDF. 
 
___________________________________________________________________________________________________
 
UM EXEMPLO DE BOM FUNCIONAMENTO DA OPERAÇÃO TARTARUGA E MULTA ZERO:
 
2º BPM = MÉDIA DE 80 NOTIFICAÇÕES DIÁRIAS ANTES DA OPERAÇÃO,
                
                PERIODO DO CARNAVAL = 08 MULTAS
                APÓS CARNAVAL = MÉDIA DE 03 MULTAS
                ONTEM (01/03) = ZERO MULTAS

Policiais Civis cumprem apenas serviços básicos

RS - Desde ontem, policiais Civis da 2ª Delegacia de Polícia de Erechim, incluindo o Grupo de Investigações Especiais de Erechim – GIEE, segundo o próprio órgão, decidiram se posicionar oficialmente, aderindo a “Operação Cumpra-se a Lei”, na luta por condições salariais dignas. Tal decisão, de acordo com nota, ocorreu em decorrência de plenária realizada na semana passada, com policiais Civis de todo ao Alto Uruguai e presidida pelo presidente do Sindicato da categoria, no Estado.

Ficou estabelecido, conforme o comunicado, que não serão mais tomados pelos agentes, sem a presença da autoridade policial, os depoimentos da Delegacia. Não serão elaborados relatórios de inquérito, medidas cautelares, e tampouco se dará cumprimento a mandado de busca, mandados de prisão e realização de local de crime, sem o acompanhamento do Delegado de Polícia.

Outra medida importante está sendo a entrega de todos os telefones celulares funcionais dos agentes à autoridade policial, após as 18h de cada dia e a paralisação da saída de viaturas da DP após o turno de trabalho.

“Todos os policiais da Delegacia decidiram não mais fazer horas-extras a partir de hoje”, diz Amarildo Vieira, chefe do Setor de Investigação. Ainda, segundo Amarildo, “nesse momento aderir à operação não se trata de entrar em greve ou paralisar as funções da Polícia Civil, mas sim fazer com que cada policial realize apenas o que é de sua atribuição e nada fora disso”.
Continue lendo no Blog do Capitão Assumção:>>>>>

terça-feira, 6 de março de 2012

PEC 300: "TRABALHAR MAIS É PRECISO"...

            Com grande frustração vemos policiais e bombeiros do Brasil viverem dias de perplexidade diante dos últimos acontecimentos na busca pela dignidade salarial. Seja nas prisões arbitrárias, nas escutas ilegais, e nas tentativas de se criminalizar os profissionais da segurança pública. Alguns estados, dentro das conveniências de parte da categoria chegaram ao limite máximo, de paralisar em parte, as atividades e ensaiar greves. Porém nem toda a tropa aderiu em muitos estados, e essa polêmica gera controvérsia seja na interpretação do artigo 142 da Constituição, seja na falta de uma lei que regulamente esse dispositivo nos serviços essenciais. O fato é que o movimento acabou por adormecer, enquanto o governo prende, usa a mídia manipulando fatos e age com tirania contra as lideranças.

            Contra os fatos não há argumento, e muitos estados estão com taxas de violência altíssimas, especialmente as de homicídio. A população ao mesmo tempo em que reconhece que os salários dos policiais e bombeiros são baixos, exige maior segurança e compromisso do governo e desses profissionais para uma segurança pública mais efetiva. Todos sabemos que uma articulação nacional, como o jornal nacional tentou propalar, é utópica, e talvez a melhor saída para a crise salarial dos PMs e BMs, seja justamente o contrário do modelo apresentado, como sendo a solução. Ao invés de paralisa atividades, colocando a massa contra a segurança, porque não pensar no trabalho dobrado. Parece absurdo, mas, quantas maconheiros, motoristas inabilitados, atritos verbais, e outras modalidades de crimes acontecem diuturnamente, e muitas das vezes administramos? Já pensaram se cada viatura fizesse várias prisões ou remoção de veículos, multas por dia, qual repercussão não teria contra qualquer governo que fosse? Aliás, não há nada que cause um estrago político maior do que um bloco de multas, ainda mais em ano de eleição.

             Entendo que é a única forma de protesto velado dentro do sistema. Ou vão querer punir quem está trabalhando? A chamada greve branca, ou tolerância zero. Trabalhar mais é preciso...literalmente entupir as delegacias, pátios e prisões...sabemos que nenhum governo suporta.

              Além do senso de justiça, devemos prender ou multar de fato que o fez merecer, até para que não cometamos um eventual abuso de autoridade. Além do compromisso em se perder talvez meia hora fazendo um boletim de ocorrência, isso é inerente. Se cada viatura prender mais, multar mais, agir mais, contra aqueles de fato estão a margem das normas ou leis, é a melhor forma de mostrar ao cidadão de bem, o quanto a polícia trabalha, o quanto o bombeiro fiscaliza e o quanto o estado é falido. 

         Assim como a greve só funciona com efetivo, a greve branca ou tolerância zero só terá sucesso se a maioria agir coletivamente, decidir no início dos turnos os pontos ou bairro a serem "saturados". Fora isso é viver acoado, se defendendo ou sendo massacrado pelos conselhos disciplinares...

              Trabalhar mais, muito, muito mais...é preciso!