Seguidores

Mostrando postagens com marcador habeas corpus. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador habeas corpus. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 23 de abril de 2014

STF NEGA LIBERDADE À PRISCO (a chamada prisão para averiguação, preventiva, "democrática")


Provavelmente só depois da Copa o líder da PM Bahia deverá ser liberado. Vivemos uma ditadura civil velada...e alguns otários ainda acreditam nesse PT. Inocentes...sabe de nada...

sexta-feira, 9 de março de 2012

Justiça acata habeas corpus e manda soltar policiais militares presos na greve da PM da Bahia

A justiça acatou o Habeas Corpus impetrado pela Aspra, e mandou soltar mais de 40 policiais presos e com pedido de prisão decretado. O lider da greve em Ilhéus, Augusto Junior, está entre os policiais que tiveram os habeas corpus julgado e o pedido de prisão revogado. Segundo o advogado da Aspra em Ilhéus, Valdomiro Eutimio, a demora para que os policiais ganhem a libertade é o cartório emitir o Alvará de Soltura, que deve acontecer a qualquer momento.

Desde o final da greve, varias manisfetações foram feitas pela sociedade civil organizada, em protesto a prisão dos policiais. Mais de 80 militares foram presos e levados para o presídio militar situado no batalhão de choque em Lauro de Freitas.

Blog BIZU DE PRAÇA

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

O HABEAS CORPUS do Cabo Daciolo acaba de ser negado pelo Plantão Judiciário do Tribunal de Justiça do Rio

Com muita tristeza, mas também muita fé, trazemos a triste notícia de que o HABEAS CORPUS do Cabo Daciolo acaba de ser negado pelo Plantão Judiciário do Tribunal de Justiça do Rio.

Ainda corre no Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília, pedido de Habeas Corpus impetrado pelo deputado federal Protógenes Queiroz. Clique aqui para acompanhar o processo.

 
 VAMOS TODOS NOS MANTER ATENTOS E NA EXPECTATIVA. COM MUITA FÉ.
Não descansaremos e não mediremos esforços enquanto o CB Daciolo não tiver a LIBERDADE a que tem direito. LEMBRAMOS QUE O CABO DACIOLO FOI RETIRADO SEM MANDADO DE UM AVIÃO NO DIA 8, SOB ACUSAÇÃO DE TER SAÍDO DO ESTADO SEM AUTORIZAÇÃO, MESMO EM POSSE DO DOCUMENTO QUE REGISTRA ESTA AUTORIZAÇÃO PELA CORREGEDORIA INTERNA DO CBMERJ. TODA A NOSSA SOLIDARIEDADE À FAMÍLIA DO CB DACIOLO.


 Lembramos também a campanha urgente de arrecadação:


 ESTAMOS URGENTEMENTE PRECISANDO DE DOAÇÕES PARA PODERMOS PAGAR OS CUSTOS DO HABEAS CORPUS dos 12 bombeiros, PEDIMOS COM MUITA URGÊNCIA

DOAÇÕES NAS SEGUINTES CONTAS: BRADESCO -- AG. 6746 -- DÍG. 6 -- CC. 0550019-2 (atenção, o número correto é este, foi corrigido) ou ITAU -- AG. 4550 -- Conta poupança 05525-7/500 (ambas em nome de Ademar Balthar). 
 

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Agradecimento aos que apoiaram a classe na prisão dos PMs e BMs do RIO

Assim como não nos sentimos bem, quando somos julgados pelos erros dos outros de nossa classe, também é um erro não reconhecer e generalizar toda a classe política. Por isso, devemos respeito e gratidão para com os deputados federais que mais uma vez lutaram por nossa classe: ARNALDO FARIA DE SÁ, MENDONÇA PRADO e PROTÓGENES QUEIRÓS, PARABÉNS PELO APOIO AOS PRESOS POLÍTICOS-MILITARES DO RIO. Além das esposas dos militares em questão e a nossa grande batalhadora da PM SP Dri Borgo. A vitória será sempre dos justos.

Veja a cópia do Habbeas Corpus que libertou os militares do Rio

Veja na íntegra a cópia do Habbeas Corpus que libertaram os militares do Rio de Janeiro. Click na imagem para aumentá-la:

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Alagoas - Militares poderão negociar reajuste sem risco de prisão

Fragoso diz que salvo conduto garante liberdade de lideranças

Os líderes do movimento militar conseguiram, na manhã desta quarta-feira (15), um habeas corpus preventivo que evita a prisão dos presidentes de associações, caso a categoria não feche um acordo com o governo do Estado sobre reivindicações salariais. Os PMs se reúnem, na manhã de hoje, com a secretária em exercício de Gestão Pública, Ricarda Calheiros, para tentar fechar um acordo. Mas somente à tarde que eles decidem um possível aquartelamento.

Segundo o presidente da Associação dos Oficiais da PM, major Wellington Fragoso, o salvo conduto é assinado pelo juiz auditor militar, José Cavalcante Manso Neto. "Na decisão, ele diz que os militares podem se reunir de forma pacífica e que devem ter o seu direito de locomoção respeitado contra qualquer abuso de autoridade", ressaltou.

Wellington Fragoso afirmou que, ainda nesta manhã, o comandante da corporação, coronel Luciano Silva, será informado da decisão do juiz militar. "Foi a forma encontrada para evitar qualquer tipo de abuso. Agora, podemos fazer nossa assembleia tranquilos e sabendo que ninguém será preso ou punido por exercer seu direito", frisou.

Os líderes militares entraram com o habeas corpus preventivo com o objetivo de evitar prisões, em caso de ser necessário a deflagração de uma greve em Alagoas. O temor é de que houvesse a determinação de prisão das lideranças do movimento, como ocorreu nos estados do Rio de Janeiro e da Bahia, onde os militares deflagraram greves.

Fragoso ressaltou que a expectativa é de que a categoria e o governo cheguem ao acordo. "Estamos pleiteando apenas a correção dos quinquênios e um resíduo de 7% de outros acordos já firmados desde 2007. Concordamos com os 6,5% de reposição da inflação, mas estamos esperando agora a proposta de ganho real", disse o presidente a Assomal.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Policial Civil suspeito de extorsão em Uberlândia é solto

Nesta quarta-feira (18), o juiz da Segunda Vara Criminal de Uberlândia, Joemilson Donizetti, suspendeu a prisão de um policial civil preso no dia nove de janeiro suspeito de extorsão, em Uberlândia. O policial teria cobrado R$ 7 mil de um transportador de gasolina para não prendê-lo por furto de combustível.

O juiz entendeu que não houve flagrante e não existem antecedentes para que mantenha o policial preso. Segundo o delegado da Polícia Civil, Samuel Barreto, o inquérito sobre o caso deve ser encerrado em 20 dias. Além disso, o policial poderá voltar ao trabalho por não haver pedido de afastamento.

G1/Triângulo Mineiro

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

No Rio, TJ determina a soltura do comandante do Batalhão São Gonçalo

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) concedeu habeas corpus ao coronel Djalma Beltrami, comandante do 7º Batalhão de Polícia Militar, em São Gonçalo. A decisão foi tomada na madrugada desta quarta-feira (21). O militar havia sido preso na segunda-feira (19) e deixou o quartel onde estava detido ainda durante a madrugada.

Beltrami foi preso por suspeita de envolvimento em um esquema de recebimento de propinas de traficantes do Morro da Coruja. O dinheiro era pago para evitar que os policiais reprimissem o tráfico de drogas. A investigação realizou gravações de conversas telefônicas entre traficantes e policiais do 7º BPM. No diálogo, os participantes se referiam ao pagamento de propina ao “01”, que seria o comandante do batalhão. O delegado responsável pelo caso, Alan Luxardo, afirmou que há outras provas do envolvimento dos policiais no esquema, ainda durante a gestão do coronel Beltrami.

O coronel substituía outro militar no comando do 7º BPM, o tenente-coronel Cláudio Luiz Oliveira, acusado de ser o mandante do assassinato da juíza Patrícia Acioli, que morreu em agosto. Oliveira já havia sido preso e foi transferido para uma penitenciária do Mato Grosso do Sul na última semana.
fonte: O TEMPO