Seguidores

Mostrando postagens com marcador militar morto. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador militar morto. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 24 de julho de 2012

SUB TENENTE MORRE DURANTE CURSO NO DF


Subtenente da PM fazia curso de operações especiais
Um subtenente da Polícia Militar morreu após ser baleado em um curso de operações especiais na noite de anteontem, no Distrito Federal. O treinamento ocorreu dentro da área militar da Marinha, próximo à BR-040.

De acordo com a PM, o subtenente participava como instrutor do curso e teria se ferido ao pisar em uma armadilha montada por ele mesmo, segundo informações do G1. Foram feitos três disparos.

O policial de 45 anos foi socorrido e levado ao Hospital de Santa Maria, mas morreu minutos depois de ser atendido no pronto-socorro da cidade. O militar tinha 25 anos de corporação e atualmente estava cedido para o Ministério Público do Distrito Federal. A informação é de que sempre que ocorre o curso o militar participava como instrutor. 

quarta-feira, 14 de março de 2012

Onde está a ministra Maria do Rosário, aquela que odeia os militares?

Dezessete dias depois do incêndio que destruiu a base brasileira na Antártica, as famílias do sargento da Marinha Roberto Lopes dos Santos, de 45 anos, e do suboficial Carlos Alberto Vieira Figueiredo, de 47 anos, mortos tentando combater o fogo na Estação Comandante Ferraz, ainda sofrem para enterrá-los. Os corpos chegaram em 28 de fevereiro à Base Aérea do Galeão, vindos de Punta Arenas, no Chile, e só foram liberados pelo Instituto Médico-Legal (IML) do Rio na última sexta-feira, depois de feitos os exames de DNA. Os corpos, no entanto, continuam no IML. Revoltados com a demora, os parentes reclamam que as informações sobre o caso são desencontradas. Até a noite de ontem, eles não tinham qualquer previsão oficial sobre quando serão realizados os sepultamentos. Na Bahia, familiares ainda aguardavam o translado do corpo de Carlos Alberto para Salvador.