Seguidores

Mostrando postagens com marcador monte carlo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador monte carlo. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Delegados da PF e Oficiais da PM na 'teia' de Cachoeira

Os documentos da Operação Monte Carlo, divulgados na íntegra na madrugada desta segunda-feira pelo Jornal do Brasil e pelo site Lei dos Homens, revelam uma extensa teia de corrupção comandada pelo contraventor Carlinhos Cachoeira.

Segundo os relatórios da Polícia Federal e do Ministério Público, existem inúmeras casas de jogos que exploram máquinas caça-níqueis na região de Valparaíso de Goiás e Águas Lindas (GO). "As provas colhidas até o momento indicam que José Olímpio de Queiroga Neto, Lenine Araújo e Carlinhos Cachoeira continuam atuando na exploração das casas de jogos ilegais. No intuito de manter em funcionamento as casas, sem interferência estatal, os donos das casas e/ou sócios, continuam pagando propina a inúmeros policiais militares e civis de Goiás, que atuam na região. Há informações inclusive de pagamento de propina a policiais civis de Brasília-DF que atuariam sob as ordens da quadrilha, dando segurança aos jogos ilegais", diz o documento.

As investigações da Polícia Federal enumeram dezenas de pessoas investigadas por envolvimento com a quadrilha de Carlinhos Cachoeira, como André Pessanha de Aguiar (PM de Goiás); Andrea Aprígio de Souza Ramos (mulher de Carlinhos Cachoeira) e Anselmo Barbosa Câmara (funcionário da prefeitura de Valparaíso de Goiás que repassava informações sobre a repressão aos jogos ilegais e, em troca, recebia propina das mãos do PM conhecido como Miguel). Continue lendo no JORNAL DO BRASIL