Seguidores

Mostrando postagens com marcador mudança. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador mudança. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Batalhões PM de Uberlândia, apresentam novos comandantes

Os novos comandantes dos dois batalhões da Polícia Militar de Uberlândia, 32º e 17º, tenente coronel Eliel Alves Junior e tenente coronel Ailton Donisete de Souza, respectivamente, assumiram o posto na manhã desta quarta-feira (30) em solenidade no auditório do prédio da 9ª Região Integrada de Segurança Pública (9ª Risp).

 Especial para o CORREIO


Comentário nosso: Desejamos sorte aos novos comandantes do 17° e 32° batalhões, torcendo para que as relações cada vez se humanizem, principalmente com a mudança nas escalas do serviço operacional. Que o policial não tenha que trabalhar 60 dias para ter direito ao gozo de um final de semana com seus parentes. A família militar agradecerá

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

SP: Secretaria da Segurança troca comando da Polícia Civil e PM


Após mais um fim de semana de violência, em que pelo menos 22 pessoas foram mortas na capital e na Grande São Paulo, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) anunciou oficialmente nesta segunda-feira (26) mudanças nos comandos das polícias Civil e Militar do estado. A decisão é do secretário da Segurança Pública, Fernando Grella, que assumiu a pasta na quinta-feira (22) no lugar de Antonio Ferreira Pinto, exonerado pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB).
O novo delegado-geral da Polícia Civil será Luiz Mauricio Blazeck, que assumirá o posto no lugar de Marcos Carneiro Lima. Já o novo comandante-geral da Polícia Militar será Benedito Roberto Meira, que entrará no lugar de Roberval França. Na sexta-feira (23), a jornalista  Renata Lo Prete, no Jornal das Dez, da Globo News, havia antecipado os novos nomes. Continue lendo no G1 SP

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Banco do Brasil se nega a mudar conta corrente para conta salário

Estive hoje na agencia do banco do Brasil munido de documento solicitando a mudança de conta corrente para conta salário e ela disse que não precisaria fazer por escrito, achei estranho, pois tenho que estar amparado.

E foi ai que a gerente mostrou suas garras mostrando de o porque não precisava ser por escrito ela ia era começar a  tentar me enrolar e  tentou me enrolar dizendo que já era conta salário e que não pagava mais nada e tinha vários benefícios como, empréstimo na conta, débitos automáticos, uso de cartão eletrônico para debito e assim vai só que eu mostrei a resolução 3.402/2006 á ela mostrando que conta salário tem apenas direito a 5 saques e 4 estratos mais nada, sendo vedado qualquer tipo de transação na conta salário inclusive o seqüestro judicial e não sendo possível fazer mais nada na conta, ai ela me disse que assim não tinha jeito que eu precisaria ter conta em outro banco para transferir o salário em sua totalidade.

Ela achou que eu não tinha conta em outro banco, mas se lascou eu tenho rsssssss, fui á minha casa peguei os dados do outro banco no qual tenho conta e levei só que tentaram me enrolar mais uma vez tentaram casar um empréstimo na transferência da conta salárioContinue lendo no Blog Guerreiros de Uberaba:>>>>>>>>> 

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Mudanças no Fardamento e Equipamento da Policia Militar: Quem lucra ou já lucrou com isto?

farda

Militares que trabalham na atividade operacional tem demonstrado um enorme descontentamento em relação às seguintes questões envolvendo o fardamento e o colete padrão utilizado no trabalho policial:

I – O colete padrão além de desconfortável, não possui compartimentos para conduzir equipamentos, como rádio HT, lanternas, luvas ou carregadores;
II- A Polícia proíbe a calça de elástico, contudo, o outro modelo de calça dificulta que o militar corra, pule um muro ou realize,  outra atividade que exija mobilidade, tais como, uma busca pessoal minuciosa;
III – Os comentários do retorno do boné regulável, em substituição a boina, é visto como um retrocesso, bem como a chamada “farda fina”, para o serviço operacional.
Na verdade, os policiais não entendem por que a polícia Militar não autoriza a utilização de um colete com compartimentos para os equipamentos e, a pirraça em proibir a calça com elástico, em nome de uma disciplina  que  só dificulta a prestação de serviços.
Será que é, para forçar os militares a adquirirem estes equipamentos para desovar estoques de alguém, antes da mudança definitiva, que está sendo planejada?
Por fim, os militares esperam que, desta vez, as anunciadas mudanças no fardamento não tenham apenas o condão de enriquecer, ainda mais, grandes empresários do setor e tragam, de forma definitiva, um fardamento confortável e adequado com o trabalho policial.Continue lendo no Blog do Coronel Mendonça:>>>>>>>>>

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Polícia Militar faz solenidade para troca de comandos em Uberlândia


A 2ª Companhia de Operações Especiais (Cia Mesp), o 17º e o 32º Batalhão da Polícia Militar de Uberlândia contarão com três novos comandantes a partir desta sexta-feira (21). O major Wesley Barbosa, que estava à frente da Cia Mesp, passa a liderar as operações do 17º Batalhão. O então subcomandante do 32º Batalhão, major Sandro Heleno Leite, assume o comando da unidade. Major Ailton Donisete de Souza deixa o subcomando do 17º BPM para comandar a 2ª Cia Mesp.
A reestruturação, conforme o coronel Dilmar Crovato, foi feita após a promoção do coronel Hercules dos Reis a comandante da 16ª Região da Polícia Militar (RPM) em Unaí de Minas. “Fizemos a indicação dos novos nomes de acordo com o perfil de cada um, por meio de critérios técnicos”, disse. Outro motivo foi a aposentadoria do coronel Sidney Miguel de Almeida Araújo, que liderava as ações dos policiais do 32º BPM.
Na manhã de hoje policiais militares, representantes das polícias Civil e Federal, vereadores, secretários municipais de Uberlândia e Araguari participaram da solenidade de passagem de comando na sede da 9ª Região Integrada de Segurança Pública. Em discurso, o coronel Dilmar Crovato enfatizou o respeito pelos novos comandantes e desejou sorte a todos. “A nossa expectativa é que eles possam representar bem a Polícia Militar e fazer um trabalho de qualidade na redução dos índices de criminalidade”, disse.
Veja a galeria de fotos da troca de comando da PM.

Perfis

MAJOR WESLEY BARBOSA
Ingressou na Polícia Militar como Cadete em 1987. Em 1992 assumiu o comando do 5º Batalhão de Polícia Militar em Belo Horizonte. Comandou a 2ª Cia Mesp de 2007 a 2011.
MAJOR SANDRO HELENO LEITE
Natural de Barroso, Minas Gerais, o major iniciou na PM em 1991 e sempre trabalhou em Uberlândia. Leite passa a assumir o comando do 32ª Batalhão.
MAJOR AILTON DONISETE DE SOUZA
Na Polícia Militar desde 1989 foi promovido a cadete e aspirante em 1993. Se tornou major em 2008. Ao longo da carreira militar conquistou três medalhas e foi comandante do 53º BPM de Araguari entre os anos de 2009 e 2011. Voltou recentemente a Uberlândia e agora comandará a 2ª Cia Mesp.
Renata Tavares Repórter
correiodeuberlandia.com.br

sábado, 1 de outubro de 2011

Chefe da PM troca 13 no comando; corregedorias têm reforço para investigar patrimônio


RIO - Após tomar posse sem qualquer solenidade militar , o novo comandante-geral da PM, coronel Erir Ribeiro da Costa Filho, dedicou seu primeiro dia no posto a trocar a equipe. A primeira providência foi exonerar todos os coronéis da cúpula da corporação. Já houve troca em, pelo menos, 13 comandos. Enquanto isso, as corregedorias das polícias Civil e Militar já receberam reforço de pessoal e gratificações para investigar a evolução patrimonial de policiais suspeitos de corrupção. De acordo com o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, o governo aguarda apenas um parecer da Procuradoria Geral do Estado (PGE), que vai analisar uma forma legal para o processo, pois a lei federal que trata de improbidade só permite investigações de patrimônio de servidores com cargo comissionado. Segundo Beltrame, que na sexta-feira participou da comemoração do primeiro ano da UPP do Morro do Turano, no Rio Comprido, as sindicâncias só serão feitas em caso de condutas suspeitas.

- A sindicância patrimonial nada mais é do que a relação entre o que a pessoa faz, o que o trabalho proporciona e o patrimônio que ela aferiu. E temos que fazer sempre com fundadas razões. As corregedorias poderão analisar situações patrimoniais dos servidores e já receberam reforço para isso, tanto de gratificação quanto de efetivo. Al Capone foi preso não pela polícia, e sim pela Receita Federal - disse, referindo-se ao gângster que dominou o crime organizado em Chicago na década de 30, mas que foi julgado e condenado por sonegação fiscal.

E, na troca da PM, nem mesmo o comando das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) foi poupado: o coronel Rogério Seabra Martins substituirá o coronel Robson Rodrigues da Silva, que vai assumir o Estado-Maior Administrativo. E as mudanças não vão parar por aí.

Já foram afastados o coronel Álvaro Garcia (ex-comandante interino da PM e ex-chefe do Estado-Maior), o coronel Marcus Jardim (do 3º Comando de Policiamento de Área, Baixada), o coronel Paulo Mouzinho (1º CPA, capital menos Zona Oeste), o coronel Ricardo Quemento (Diretoria de Finanças), o coronel Sérgio (do Serviço Reservado), entre outros. Além deles, entregaram os cargos o coronel Carlos Milan (do Estado-Maior Administrativo) e o coronel Carlos Milagres (chefe de Gabinete). Sete coronéis, que estavam na cúpula, sequer vão ganhar novos cargos. Eles vão ser reformados ou, caso ainda não tenham tempo de serviço suficiente, ficarão lotados na Diretoria Geral de Pessoal (DGP), conhecida como "geladeira".

Batalhões especiais sob novo comando

Depois de uma reunião que durou toda a manhã fora do QG da PM e teve continuidade na sala do comandante, alguns nomes para o primeiro escalão da PM foram anunciados. O coronel Luiz Castro vai assumir o comando do 1º CPA). Já o coronel Frederico Caldas será o responsável pelo Setor de Relações Públicas. Para o Departamento de Logística da corporação, foi escolhido o coronel Carlos Mendes. Outros nomes, segundo o comandante do Estado-Maior da PM, coronel Alberto Pinheiro Neto, serão anunciados nos próximos dias.

Também ficou decidida a criação do Comando de Policiamento Especializado, que vai agregar o Bope e os batalhões de Choque, Florestal, de Polícia Rodoviária, de Turismo e o Regimento de Polícia Montada. O coronel Robson Batalha, que está no 4 CPA (Niterói), não teria aceitado a assumir a corregedoria. O coronel Waldir Soares, que estava no Batalhão de Choque, foi o escolhido para o cargo, um dos mais delicados da nova gestão devido ao envolvimento de policiais em crimes.

O Globo (granderio@oglobo.com.br) e Extra

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Mudanças de comando nos batalhões da PM em Uberlândia


O comandante do 17º Batalhão da Polícia Militar de Uberlândia, Hércules dos Reis Silva, foi promovido a coronel e vai deixar a unidade que comandava desde fevereiro deste ano. O coronel vai assumir a 16ª Região da Polícia Militar, sediada na cidade de Unaí, no noroeste do Estado que era ocupada pelo coronel Geraldo Luciano que se aposentou. A transferência deve ocorrer em outubro. Em seu lugar no 17º BPM assume, interinamente, o subcomandante Major Donisete.
Ainda este ano haverá troca de comando também no 32º BPM. O tenente coronel Sidney Araújo vai se aposentar. O Major Sandro comandará o batalhão interinamente. As designações definitivas dos dois novos comandantes sairão em dezembro. Os titulares precisam ser tenentes coronéis. Hoje em Uberlândia não tem oficiais com estas patentes, mas haverá promoção ainda este ano que poderá ser concedida a militares da corporação. As ascensões que credenciarão os oficiais serão publicadas em outubro.
Os novos comandantes podem sair dos quadros de Uberlândia ou vir de fora da cidade. “Temos oficiais qualificados, mas ainda é prematuro apontar nomes até mesmo para não gerar expectativas”, afirmou o coronel Dilmar Crovato, comandante da 9ª Região da Polícia Militar. Ele tem a prerrogativa de indicar nomes para serem promovidos e também para ocupar os batalhões, mas a definição final cabe ao comandante geral da PM, hoje sob a responsabilidade do coronel Renato Vieira.
Mudança à vista também no comando da Polícia Civil. O delegado Gilmar Souza Freitas, chefe do 9º Departamento de Polícia Civil vai se aposentar. O substituto deve sair até o final do ano. Um dos prováveis nomes para substituí-lo é o delegado regional Samuel Barreto. Um site de Patos de Minas já da como certa a transferência do delegado Márcio Siqueira para assumir o lugar de Samuel Barreto. As definições saem em dezembro.
Correio de Uberlândia