Seguidores

Mostrando postagens com marcador no pa. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador no pa. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

No país da Copa: Rio pacificado do Cabral - Pms atacados, Pms apedrejados e Bombeiro assassinado

1- Policiais da UPP do São Carlos são atacados a tiros

Cerca de 15 bandidos fortemente armados atacaram a tiros três policiais da Unidade de Polícia Pacificadora do Morro do São Carlos, no Estácio. O ataque ocorreu por volta das 3h40 desta madrugada. Não houve feridos.
Os criminosos ocupavam uma posição estratégica no morro, segundo um morador. Os tiros partiram da localidade da Bica, onde fica a sede da Associação de Moradores. Ainda de acordo com a testemunha, os policiais faziam o patrulhamento na Rua Major Freitas, quando os criminosos atiraram.
O PMs revidaram e houve violenta troca de tiros. Cerca de cinco viaturas do Batalhão de Choque chegaram ao morro para ajudar os policiais da UPP.
O ataque pode ter sido uma represália à prisão do traficante Rodrigo, conhecido como RD. Ele foi detido com drogas na favela.
2- Três PMs ficam feridos após tumulto em baile no Morro do Turano

Um tumulto generalizado deixou três policiais feridos e 13 pessoas detidas no Morro do Turano, no Rio Comprido, no fim da noite deste domingo. Os policiais foram até a quadra no alto da comunidade, na localidade conhecida como Raia, por volta das 23h30, para acabar com um baile.
Os moradores reagiram e agrediram os PMs com pedras, pedaços de pau, latas de bebidas e coquetel molotov. O Batalhão de Choque foi chamado para auxiliar os policiais da UPP e os frequentadores do baile reagiram mais uma vez. A polícia usou balas de borracha para tentar conter a multidão.
Os policiais feridos por pedradas foram encaminhados para exame de corpo delito no Instituto Médico Legal. Já os detidos foram levados para a 18ª DP (Praça da Bandeira) onde o caso foi registrado.
Os moradores se queixam do rigor usado pelos policiais da UPP para acabar com os bailes após as 22h. Segundo eles, se a comunidade está pacificada não faz sentido restringir o horário de lazer.

3- Bombeiro é morto a tiros quando lavava carro da corporação em lava-jato em Queimados
O segundo sargento do Corpo de Bombeiros José Edvan Santos, de 45 anos, foi assassinado a tiros, na manhã deste domingo, quando estava num lava-jato na Rua Odilon Braga, no Centro de Queimados, na Baixada Fluminense. Motorista do comandante do comandante do Grupamento Especial Prisional (GEP), que fica em Benfica, José estava no local para lavar o carro da corporação e foi atingido por disparos feitos por dois homens numa moto. O bombeiro ainda foi levado para a UPA de Queimados, mas não resistiu aos ferimentos. O caso foi registrado na 55ª DP (Queimados).