Seguidores

Mostrando postagens com marcador pm x pc. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador pm x pc. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Policiais civis são baleados por PM em Belo Horizonte



Dois policiais civis foram baleados por um policial militar nesta quarta-feira (20) em Belo Horizonte. Os agentes faziam abordagens no bairro Juliana, região norte da capital, quando foram confundidos com bandidos.
Os dois policiais, que são da Delegacia de Vespasiano, na região metropolitana, estavam em frente à loja da mulher de um militar em um carro descaracterizado. Eles abordaram um motociclista e a comerciante achou que se tratava de um assalto.
Fonte: R7

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Policial Civil é detido depois de fazer conversão proibida

 O motorista não quis parar após ordem da PM. Se identificou como médico legista e uma confusão se formou

Flora Pinheiro - TV Alterosa Luana Cruz - 

Um Policial Civil foi detido na Avenida Mário Werneck, Bairro Estoril, na Região Oeste de Belo Horizonte por “desobediência à ordem legal”. De acordo com a Polícia Militar (PM), por volta de 7h30 desta quarta-feira Alexandre Machado Profeta fez uma conversão proibida entre as ruas Paulo Machado Piedade de Campos e Engenheiro Godofredo dos Santos, na frente de uma viatura da PM.

Militares deram sinal de parada para o motorista, mas segundo a PM, Profeta não quis parar alegando que não estava em horário de trabalho. Ele teria dito que chamaria “uns amigos” dele. Se identificou como médico legista e não aceitou a correção dos PMs. Uma confusão se formou e o policial civil acabou detido e conduzido Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG). O carro dele foi apreendido.
O em.com entrou em contato com a Polícia Civil e aguarda retorno.

Fonte:WELLINGTONFLAGG-BLOG

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Confusão entre policiais civis e militar é registrada na avenida dos Andradas, em BH

Uma confusão entre dois policiais civis e um militar foi registrada na avenida dos Andradas, em Belo Horizonte, na terça-feira (24), confirmou a polícia nesta quarta (25). Segundo informações, o militar estaria trafegando na avenida com a família, em um carro de passeio, quando dois civis que também passavam pelo local, atiraram contra o veículo.

Testemunhas afirmam que houve trocas de tiros, mas a polícia não confirma o fato.

De acordo com a Polícia Militar, uma nota sobre o ocorrido deve ser divulgada ainda na manhã desta quarta-feira.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Opinião do Cabo Fernando sobre a crise PM X PM

Olha meus amigos, sou contra alguma palavras que o Cabo Julio diz neste video e algumas que o Toninho da PC falou, ambos estão equivocados em suas atitudes. Começarei primeiro pelo Cabo Julio, essa postagem dele incentivando a tropa para a guerra foi ridicula, pois ele é mestre para convocar as pessoas, mas quando chega a hora H ele sai fora, ele tem um papo 10 tremendo, é só as pessoas reviverem as nossas Assembléias partindo das primeiras convocações, Cb Julio dizia que faria isso, depois dizia que faria aquilo e assim por diante, quando chegou na última do dia 08/06/2011, ele se aliou ao Coelho e ao seu arqui-inimigo até esse dia, deputado Sgt Rodrigues e aos demais presidentes de associações e simplesmente traiu a tropa, o dep. Sgt Rodrigues chamou os que estavam presentes a AG de embriagados e o vereador Cb Julio disse que reformados não fazia greve e os militares da ativa não adiantava convocar que eles não compareciam, mas tanto ele quanto o Sgt Rodrigues e o Cb Coelho se esqueceram que ali estavam mais de 10 mil pessoas presentes, que atenderam aos chamados desses representantes, tudo que estou postando aqui é só vocês fazerem uma retrospectiva e verão as provas. Outra coisa que falo do Julio é que os nossos inimigos não são os policiais civis e sim o governo, portanto as palavras que ele usou no chamativo "quer guerra vamos para guerra" tinha que serem direcionados para o governo e não para os PCs. Outra coisa, o Julio fala para o Toninho, "se vocês quiserem fazer greve contra o governo do estado é só falar que nós vamos junto, essas palavras é muito demagoga, vai nada, ele nos convoca e na última hora sai fora. Agora com referencia ao Toninho da PC tenho a dizer o seguinte, ele diz no video que o assassinato do Sgt do Gate foi um caso isolado e uma fatalidade, não foi não, foi uma execução, pois eram quatro detetives contra um militar e se eles quisessem apenas desarmar o Sgt era só atirar nas pernas, no entanto foram três tiros só na cabeça. Outra coisa que não concordo nas palavras do Toninho é ele dizer que o governo trata melhor a PM do que a PC, é só ele olhar o efetivo da PM e suas atribuições e o efetivo da PC e as suas atribuições, uma coisa não tem nada a ver com a outra, e se assim fosse verdade eles teriam que cobrar é do governo e não ficar nessa briguinha idiota com a PM.

Para mim nesse video acima é pura politicagem tanto de um quanto de outro, agora falei mais do Julio, porque ele eu conheço e ele é muito de colocar fogo na fogueira, mas na hora de apagar o fogo ele chama os bombeiros. Agora concordo com os dois em um sentido, TAMBÉM NÃO ACREDITO EM INTEGRAÇÃO DAS DUAS POLICIAS, POIS HÁ VAIDADE NA CÚPULA DE AMBAS AS ORGANIZAÇÕES, UMA NÃO CEDERIA ESPAÇO PARA A OUTRA. ESSAS BRIGAS SÓ IRÁ ACABAR COM A "UNIFICAÇÃO", OU SEJA, "UMA SÓ POLÍCIA", COM O POLICIAMENTO OSTENSIVO / PREVENTIVO E O POLICIAMENTO INVESTIGATIVO.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Segurança no país da Copa: Patrulhas da Polícia Civil são reprovadas pelo Detran

Vinte e um carros de 39 vistoriados em cinco delegacias caíram em exigência, a maioria por pneus carecas, problemas com faróis e extintor de incêndio vencido

Rio - Blitz do Detran-RJ está deixando a Polícia Civil a pé. Vistorias realizadas em cinco delegacias da capital terminaram com a reprovação de 21 das 39 viaturas inspecionadas. Pneus carecas, extintores de incêndio fora do prazo de validade, além de setas e faróis queimados foram apenas alguns dos problemas detectados na frota avaliada.

A pior situação foi verificada na 37ª DP (Ilha do Governador), onde todos os seis veículos foram reprovados. Na 17ª DP (São Cristóvão), as duas viaturas vistoriadas também não estavam adequadas.

Na 19ª DP (Tijuca), seis carros foram barrados. A maioria dos problemas apresentados estava relacionada à parte elétrica dos veículos, que ficaram alagados nas chuvas ocorridas no início do ano.

Seguindo cronograma definido em parceria com a Chefia de Polícia Civil, nesta quarta-feira os vistoriadores do Detran-RJ estarão em outras quatro delegacias. A previsão é de que as inspeções só terminem no dia 3 de setembro. Mais de 300 viaturas — caracterizadas ou não — de cerca de 40 delegacias serão vistoriadas.Os carros da Polícia Civil são do Governo do Estado.

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, todos os veículos devem passar por avaliação anual. Os que não forem aprovados não poderão circular, sob pena de serem multados e rebocados.

Investigações podem ser prejudicadas

Reprovadas na blitz do Detran, as viaturas não poderão receber o Certificado de Licenciamento e Vistoria (CRLV). Sem o documento obrigatório, os veículos ficam impedidos de circular, o que pode inviabilizar o trabalho de investigação dos policiais.

O início das inspeções pelo Detran foi publicado no Boletim Interno da Polícia Civil. “Se as viaturas estão sendo reprovadas, não devem ser usadas enquanto não forem reparadas ou substituídas, pois podem colocar em risco a vida dos policiais e da população”, ressalta o diretor do Sindicato dos Policiais Civis do Estado (Sindpol), inspetor Francisco Chao.

Procurada por O DIA, a Assessoria de Comunicação da Polícia Civil não retornou às ligações para comentar o assunto.

Reportagem de Mahomed Saigg e Roberta Trindade/ODIA