Seguidores

Mostrando postagens com marcador pmrj. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador pmrj. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

QUEREMOS DIGNIDADE E NÃO RECUAREMOS!!!


VAMOS UTILIZAR FITAS PRETAS, DURANTE O SERVIÇO, EM SOLIDARIEDADE AOS MILITARES DA BAHIA!! A INVASÃO DA ALEBA, POR PARTE DOS POLICIAIS E DAS FORÇAS ARMADAS, CAUSARÁ UM MASSACRE, QUE PODE E DEVE SER EVITADO PELA PRESIDENTA DA REPÚBLICA, DILMA ROUSSEF. NENHUMA AÇÃO VIOLENTA NA BAHIA INTIMIDARÁ AS AÇÕES PREVISTAS PARA O RIO DE JANEIRO, PELO CONTRÁRIO, ALIMENTARÁ AINDA MAIS A NOSSA INDIGNAÇÃO E NOS FORTALECERÁ AINDA MAIS PARA LUTAR CONTRA O AUTORITARISMO E A DITADURA QUE ESTÃO TENTANDO IMPOR AOS PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA PÚBLICA DO RJ E DO BRASIL! QUEREMOS DIGNIDADE E NÃO RECUAREMOS!!!

Fonte: Blog SOS PMRJ

Veja algumas reivindicações da PM do RIO (que estão longe da oferta de Cabral, longe de seu "sonho" de paz)

A QUESTÃO NÃO É SÓ O AUMENTO SALARIAL NÃO !!! TEM A CARGA HORÁRIA QUE CHEGA A 60 HORAS SEMANAIS, ENQUANTO NA CLT É DE 44 HORAS SEMANAIS TEM A HORA EXTRA QUE NÃO É PAGA. TEM O FIM DO RANCHO QUE É UMA REINVIDICAÇÃO MUITO ANTIGA. NOVO RDPM E ESTATUTO ADICIONAL NOTURNO VALE TRANSPORTE PARA TODOS


ADICIONAL PERICULOSIDADE E ADICIONAL INSALUBRIDADE, OU ALGUÉM CONHECE PROFISSÃO MAIS PERIGOSA OU INSALUBRE QUE A DE POLICIAL MILITAR !!! TEM A QUESTÃO DA CARTA PATENTE QUE SÓ É DADA AOS OFICIAIS. TEM O FIM DOS ABONOS E A INCORPORAÇÃO DELES NO CONTRA CHEQUE A TÍTULO DE SALÁRIO. TEM A DATA BASE.

ATUALMENTE TEMOS DIVERSAS POLÍCIAS DENTRO DA PMERJ NO QUE DIZ QUESTÃO AO SALÁRIO: O BOPE - RECEBE R$ 1.500,00 A MAIS QUE QUALQUER UM NA PMERJ, FAZENDO QUE UM SOLDADO DO BOPE GANHE MAIS QUE UM TENENTE DA CHAMADA POLÍCIA CONVENCIONAL, GERANDO UM DESCONFORTO MUITO GRANDE ALÉM DE FERIR O PRINCÍPIO DA ISONOMIA

O BP/CHOQUE - RECEBE R$ 1.000,00 A MAIS QUE QUALQUER UM NA PMERJ, FAZENDO QUE UM CABO DO BP/CHOQUE GANHE MAIS QUE UM TENENTE DA CHAMADA POLÍCIA CONVENCIONAL, GERANDO UM DESCONFORTO MUITO GRANDE ALÉM DE FERIR O PRINCÍPIO DA ISONOMIA.

A UPP - COMANDANTE RECEBE R$ 1.000,00 , SUB-COMANDANTE RECEBE R$ 750,00 E DEMAIS INTEGRANTES RECEBE R$ 500,00, ALÉM DE TODOS SEREM DESARRANCHADOS (RECEBEM R$ 180,00 POR MÊS PARA SE ALIMENTAR). ISTO CAUSA UMA ANIMOSIDADE ENTRE OS CONVENCIONAIS E OS DA UPP SEM TAMANHO.

NÓS POLICIAIS CONVENCIONAIS RECEBEMOS R$ 350,00 (POEPP) SÓ PARA OS APTOS, SEM FALAR QUE OS INATIVOS E PENSIONISTAS NÃO GANHAM NADA. SE O POLICIAL SE REFORMAR, FOR PRA RESERVA REMUNERADA,ENTRAR DE LICENÇA ESPECIAL, FOR FERIDO, SOFRER ACIDENTE, ETC ... PERDE ESTA GRATIFICAÇÃO !!!

COMO O PRÓPRIO NOME DIZ, É UMA GRATIFICAÇÃO QUE É DADA E TIRADA QUANDO O GOVERNADOR QUISER. ELA NÃO É SALÁRIO, QUANDO FOR PARA A RESERVA REMUNERADA E/OU REFORMA, ELA SE EXTINGUE. ALÉM DE GERAR DISCREPÂNCIA ENTRE OS POLICIAIS E DE SER DESAGREGADORA DE VALORES.

fonte: comentário anônimo postado neste blog !!!

domingo, 5 de fevereiro de 2012

"DIA DO APAGÃO" na segurança, pela PEC 300, todos os estados ao mesmo tempo, JÁ! (repostada)

               Por Marcelo Anastácio, Editor do Blog No Q.A.P

             Há tempos vemos pipocar uma greve aqui, outra ali, um estado negocia outro fica apenas no desejo e o tempo passa. Nesse intervalo muitos demagogos usam o sonho utópico da isonomia salarial, chamado PEC 300, para se autopromover, como plataforma eleitoral, inclusive a excelentíssima presidente Dilma Rousseff se valeu dessas promessas para ser eleita.

            Se por um lado alguns estados têm vitórias efêmeras na luta salarial, sem que nenhuma política de segurança seja aprovada, tanto no plano estratégico, salarial, ou na criação do fundo nacional de segurança sequer foi viabilizado. Enquanto isso vemos o congresso sempre com a voraz ganância, aprovar a DRU (Desvinculação de Recursos da União, que se aprovado no senado, permitirá o governo ter gastos de mais de 60 bilhões, sem que necessite estar vinculado a qualquer licença prévia específica). Enquanto isso os profissionais da segurança pública do Brasil fizeram várias peregrinações até Brasília, inclusive os do Rio de Janeiro, quase que esmolam até hoje, a dignidade salarial, contra os mil reais, que custaram mortes, prisões e sacrifício dos bombeiros e seu familiares, enquanto o governador xingou a todos de "vagabundos".

            Infelizmente ainda estamos no campo das ideias, justamente por não conseguirmos articular as ações, ou seja, as demandas são as mesmas, ou muito semelhantes, a indignação é recíproca, mas, os momentos de ação são dispersos, para o deleite dos governantes. Por isso deveríamos ter metas em 2012, e criarmos o DIA DO APAGÃO na segurança pública do Brasil. Nem que cruzássemos os braços por algumas horas, duas, três...capaz de fazer a pressão via opinião pública, via imprensa. Essa de um estado agir sozinho, é ingenuidade, pois a justiça embarga a greve ao declará-la ilegal. Ao passo que se fizéssemos paralizações pontuais, mas com união, unificação de procedimentos, articulação nacional, discurso afinado, seria um "pedaço do caos", num ano eleitoral, os eventuais prefeitos iriam a loucura. Ou unifiquemos os procedimentos ou seremos enrolados até a Copa e Olimpíadas...e a corrupção comendo solta...

CAMPANHA INICIADA HOJE NO ORKUT(COMUNIDADE PMDF): CHAMADA PARA CARREATA EM SOLIDARIEDADE A PM DA BAHIA!!!!!! DIA 07/02

DATA: TERÇA-FEIRA 7/2/2012 (1º DIA de atividades na Câmara Federal...)HORA: concentração apartir das 16h - Saida: 17h no máximo 17h30.
http://sgtricardo-pato-pmdf.blogspot.com/2012/02/carreata-pm-e-cbmdf.html

sábado, 4 de fevereiro de 2012

CARTA ABERTA (comunicado urgente), ao povo do Rio de Janeiro


Em respeito aos cidadãos do Estado do Rio de Janeiro,

viemos informar que as forças de segurança pública do Estado vem sendo massacradas ao longo dos anos, por políticas salariais deste e de governos passados. Hoje o Bombeiro e o Policial recebem o PIOR SALÁRIO DO PAÍS, no Rio de Janeiro que tem a 2ª maior arrecadação de impostos, que recebe o maior número de investimentos do setor privado. Sendo responsável pela realização dos maiores eventos do país! Rio de Janeiro, o segundo custo de vida mais caro das Américas, 12º maior custo de vida do mundo! Como pode o profissional que deve garantir a sociedade, até com o sacrifício da própria vida, segurança, e a sua própria segurança não lhe é garantida?

Há anos vivemos açoitados por um regulamento arcaico, ditatorial, que não nos permite viver à luz daCarta Magna, a Constituição Federal de 1988, que elege no inciso III de seu artigo 1º, como um dos fundamentos da República a DIGNIDADE!

DIGNIDADE é atributo, qualidade de pessoas humana. Com isso o conjunto de normas que possibilitam certa organização da vida em sociedade, reconhece a dignidade do homem como valor imprescindível, que deve ser preservado e estimulado. 
Em atendimento ao Artigo 7º, Inciso IV, da Constituição da República Federativa do Brasil (visando suprir as necessidades vitais básicas), foi estimado pelo DIEESE em R$ 2.349,26 (DOIS MIL, TREZENTOS E QUARENTA E NOVE REAIS E VINTE E SEIS CENTAVOS) o valor para que um cidadão brasileiro solteiro e sem filhos tenha uma vida DIGNA,
capaz de suprir suas necessidades básicas.

São estas garantias que devem ter todo cidadão brasileiro, que paga seus impostos
e lhe é facultado o direito aos princípios básicos de DIGNIDADE:
 SAÚDE, EDUCAÇÃO e SEGURANÇA!

Acreditando na sensibilidade e capacidade do nosso
Exmo. Governador SÉRGIO CABRAL FILHO, em governar de forma tão habilidosa nosso querido Estado, informamos que não é de interesse de ambos os lados que se instaure uma GREVE GERAL! Por mais que a história em outros estados nos mostre que somente assim houve conquistas salariais; no dia 9 de fevereiro (quinta-feira), na Cinelândia, às 18 horas, queremos fazer uma caminhada da vitória, da conquista, da celebração...
Contamos com a presença e colaboração de toda sociedade fluminense!
Se o governo não apresentar nenhuma solução... dia 10 de fevereiro, a partir das 0h...
GREVE GERAL!
NA SEGURANÇA PÚBLICA ESTADUAL 
(BOMBEIROS E POLICIAIS)
E A CULPA É DO CABRAL!

Blog SOSGUARDAVIDAS.COM

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Qual é a posição dos Oficiais da PM do Rio sobre a greve? A próxima reunião será quinta no clube dos oficiais na Barra.


Como era de se esperar os oficiais não se omitiram e compareceram a primeira reunião de oficiais. Um número acima do esperado compareceu e se posicionou com relação aos recentes acontecimentos.

A reunião, marcada para as 18 horas, iniciou as 18:30 com a composição da mesa e nomeação do secretário. A mesa foi composta pelos representantes mais antigos dos quadros de oficiais presentes, daí a presença de 5 oficiais na mesa, que representaram os oficiais, pm e bm(QOC, QOA e QOS), ativos e inativos.

A primeira parte da reunião foi destinada para a exposição dos presentes, que precisaram ser bastante objetivos, já que só tinham 5 minutos para expor suas opiniões e expectativas.

Após o “farto” coffee break a mesa retornou com os trabalhos e convocou os oficiais para as deliberações.

A primeira decisão foi sobre a necessidade e pertinência de decidirmos sobre a participação dos oficiais na marcha do dia 29 de janeiro em Copacabana, e em apertada votação, ficou decidido que deixaríamos essa votação para quinta na segunda reunião dos oficiais, que acontecerá no clube dos oficiais do cbmerj na Barra.

Num segundo momento foi fomentada a discussão com relação a pauta de reivindicações, que após muitos momentos de tensão, foi aprovado por unanimidade o estabelecimento como primeiro item o piso salarial de R$ 3500 para o soldado e R$ 7000 para o 2º Tenente.

Também foi aprovado que na segunda reunião, quinta-feira, elegeremos uma comissão que vai representar os oficiais na mesa de negociação. 

Ás 22:10 a mesa encerrou os trabalhos.

Avançamos muito e podemos avançar mais.

Todos os oficiais que quiseram se manifestar tiveram a oportunidade e foram ouvidos atentamente pelos seus pares, que respeitaram dignamente as opiniões.

Nossa maior vitória é que ninguém poderá falar que a reunião foi para promover um ou outro, todos tiveram o mesmo direito e as decisões foram tomadas pela assembléia por votação direta.

Agradecemos os agentes da corregedoria por terem respeitado o limite imposto pela organização do evento.

A próxima reunião já está marcada:
Data: 26/01/2012 às 19 horas (Antecipem sua saída de casa por conta do inevitável engarrafamento)


Local: Clube dos oficiais do CBMERJ (Barra da tijuca/RJ)


Convidados: Oficiais BM e PM (ativos e inativos)


Compareça! Colabore com sua opinião!

Vote e decida o futuro da sua corporação e de sua família.

Até Quinta.



Fonte: Blog do Major BM  Marcio Garcia

sábado, 21 de janeiro de 2012

SOS para governador do Rio Sérgio Cabral, Bombeiros, PMs e Civis JUNTOS!!

União selada!! Policiais civis, militares e bombeiros na luta por Dignidade ! Foi impossível não se emocionar com o que ocorreu ontem, dia 18/01/2012, no Sindsprev!! Um verdadeiro marco para segurança pública do estado do Rio de Janeiro. Desde as primeiras manifestações do SOS BOMBEIROS, buscávamos um Movimento conjunto com TODAS as instituições que compõem a tríade da segurança do nosso estado, ou seja, CBMERJ, PMERJ e PCERJ! Após 8 meses de muitas batalhas travadas, o reforço que precisávamos chegou, o fôlego foi renovado e de agora em diante avançaremos JUNTOS, UNIDOS, na luta por DIGNIDADE!! É inconcebível que no RJ, segunda maior arrecadação do estado, sede da copa e das olimpíadas, os policiais e bombeiros recebam o PIOR SALÁRIO DO BRASIL!! É constrangedor ver estados com arrecadações infinitamente menores( Minas, Sergipe, Maranhão...) receberem um salário três(3) VEZES MAIOR que o nosso!! É insuportável ver os investimentos internacionais transbordarem os cofres públicos e recebermos este salário de fome, de miséria!! Vale ressaltar, também, que o desgovernador tem dinheiro para tudo aquilo que lhe traz visibilidade política e atende seus interesses particulares(o que é vergonhoso), mas e os bombeiros e policiais?? PIOR SALÁRIO DO BRASIL!! Chega de descaso! De esculacho! De desrespeito!! Desde ontem, decidimos, UNIDOS, que essa realidade vai mudar e temos certeza, que chegaremos ainda neste governo, no desgoverno Cabral, ao MELHOR ou um dos melhores SALÁRIOS DO BRASIL!! Vamos exigir Dignidade, custe o que custar!! A UNIÃO ESTÁ SELADA e de agora em diante divulgaremos incansavelmente o dia 29/01/2012, quando policiais civis, militares e bombeiros do Rio de Janeiro se unirão em frente ao Copacabana Palace para exigir DIGNIDADE e, assim, revelar ao Brasil e ao mundo( turistas) a VERDADE sobre a segurança pública na cidade olímpica! JUNTOS SOMOS IMBATÍVEIS!!

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

“TENHO VERGONHA DO MEU SALÁRIO” – PMERJ e CBMERJ

Amigos,

Recebi emai,  com a cópia de um  contra cheque de  Soldado da PM do Distrito Federal, conforme abaixo, que posto aqui no Blog juntamente com um cartaz que creio, seja altamente apropriado, para o estado de penúria salarial em que as duas Corporações  - PMERJ e CBMERJ -  se encontram atualmente.
É vergonhoso saber que o nosso Executivo Estadual, tem um enorme desprezo pelas duas Corporações…
Então abaixo:
image
image
.
Abraço fraterno,
CHRISTINA ANTUNES FREITAS
fonte blog da Cristina

Reunião Histórica dos Policiais MIlitares, Bombeiros e Policiais Civis (RJ)

 
Filmagem Feita por: Coronel Paúl
  FONTE: BLOG SOBREVIVENTE No dia 18 JAN 2012, às 19:00 horas, ocorreu uma histórica reunião entre PMs, BMs e PCs no SINDSPREV, objetivando unir esforços para a obtenção de salários dignos e adequadas condições de trabalho. Os mobilizados realizaram uma caminhada até o Teatro Municipal, passando pela Rua Evaristo da Veiga, onde fica situado o QG da PMERJ.

domingo, 15 de janeiro de 2012

Greve dos PMs do Rio pode acontecer em pleno carnaval



Greve dos policiais e bombeiros no Rio:

Sérgio Cabral faz ameaças e diz que movimento é político



Na próxima quarta-feira (18/01), os líderes do movimento grevista da Polícia Militar do Rio de Janeiro devem se reunir para traçar suas reivindicações e estratégias. O descontentamento da tropa ganhou força das redes sociais e a grande maioria dos agentes é favorável à greve, que tenta melhorar as condições de trabalho da categoria. Hoje, os PMs do Rio têm o pior salário do Brasil.

Carnaval refém

Os responsáveis pelo movimento defendem que a greve deve acontecer pouco antes do começo do carnaval carioca, em fevereiro. Para eles, a necessidade de proteção durante a festa será fundamental para pressionar o governo. O único temor dos policiais é não conseguir mobilizar toda a tropa a tempo, já que falta pouco mais de um mês para o carnaval.

Vitória antecipada

Antes mesmo da greve começar, o governo se sentiu ameaçado pelo movimento e antecipou um reajusta de 20% para os policiais, além de reduzir os critérios de tempo parapromoções. A tentativa de acalmar os ânimos dos PMs é louvável, mas deu mais força aos grevistas, que consideram a notícia como sua primeira vitória.

Made in Ceará

A inspiração dos grevistas do Rio vêm do Ceará, onde as polícias Civil e Militar tiveram seus pedidos atendidos após entrarem em greve simultaneamente.

sábado, 14 de janeiro de 2012

CABO GURGEL, LÍDER DA PM RJ CONVOCA OS MILITARES PARA ASSEMBLÉIA DIA 18/01/12

        439 TODOS COM JESUS CONTRA OS CORRUPTOS disse... 
 
É O BOMBEIRO e a POLÍCIA NO LOCAL! Hoje, dia 13/01/2012, tivemos o primeiro encontro com os representantes da PMERJ e, obviamente, declaramos apoio aos militares, que estão dispostos a lutar pela DIGNIDADE!! O momento é nobre e, desde já, pedimos a TODOS os bombeiros militares do estado do Rio de Janeiro, que divulguem na capital e nos seus respectivos municípios o Movimento da PMERJ; a reunião dos policiais marcada para o dia 18/01/2012, às 19h, no SINDSPREV; e a greve agendada para o dia 10/02/2012, caso o (des)governador cabral não atenda as reivindicações. Vale ressaltar, que estamos com uma agenda junto aos representantes do Movimento da PMERJ e da Polícia civil no intuito de alinhar o discurso, as reivindicações e, JUNTOS, demostrarmos toda nossa Indignação e Insatisfação com o PIOR SALÁRIO DO BRASIL! Só mais um detalhe: A questão é salarial!! Não é política!! “Está claro para os líderes da greve que o governador Sérgio Cabral não é nosso inimigo. Nós estamos defendendo a nossa categoria, e não enfrentando o governo. Tanto é que, se nossos pedidos forem atendidos, não vai haver greve” (cb Gurgel- PMERJ)

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Comandante Geral PM/RJ se reúne com Praças. Veja a ata da reunião:



NA REUNIÃO DE HOJE NO QG, COMPARECERAM 60 PRAÇAS E 2 SUBTENENTES 

POLICIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO


ATA DA RUNIÃO COM O Sr. CMT GERAL

Ata da reunião com o Sr. Cel. PM Erir Costa Filho, CMT Geral da PMERJ, realizada no dia 13 de janeiro de 2012, as 09h00min no Auditório do Quartel General com o efetivo das seguintes Unidades: UPP Borel, UPP Salgueiro, UPP Andaraí, 3ª DPJM, 1ª CIPM, Diretoria de Logística, Tribunal de Justiça, Ajudância, DGS, DGP, Corregedoria, APM D. João VI, GCG, BPFMA, DIP, CG, Diretoria de Finança, Reformados, Inativos, BPChoque , BPTur, 3º BPM, 5º BPM, 6º BPM, 10º BPM, 16º BPM, 19º BPM, 20º BPM, 22º BPM, 23º BPM, 25º BPM, 26º BPM, 33º BPM, 41º BPM, com o inicio da reunião o representante da comissão, reunida com o Sr. CMT Geral, apresentou para o mesmo as propostas (Pauta de solicitação) elaboradas pela comissão, “aumento de salário, vale transporte, carga horário (escala de serviço), proteção aos agentes de segurança pública, equipamento de segurança, fim de sistema do rancho (substituição por vale-refeição), fim das prisões administrativas, não punição e perseguição dos PPMM que estão reivindicando melhorias”, após a leitura da referida proposta o Sr. CMT Geral grifou os itens principais tais como aumento do salário, informando que a equipe técnica já encontrava-se fazendo os cálculos para apresentar proposta ao Sr. Governador, deixando claro que o mesmo (CMT G.) não é a favor das gratificações que vem sendo dadas desde os Governos passados sendo a favor de um salário digno para que o policial possa ir para sua reforma sem perdas. Vale Transporte e carga horária o CMT Geral informa que já estaria providenciando de imediato. Foi entregue também por esta comissão o Plano Diretor 2007/2010 assinado pelo atual CMT Geral conforme consta em Adit. BOL PM 001 de 02 de janeiro de 2007, em que o Policial é o bem maior da Policia Militar, sendo entregue o Diário Oficial da União edição 240 seção 1,12,13 de 16 de dezembro de 2010 onde estabelece as diretrizes nacionais de promoção e defesa dos direitos humanos dos profissionais de segurança pública, e outro documento onde fala sobre a inconstitucionalidade do RDPM e suas Jurisprudência, sendo entregue o documento referente a Lei Estadual 3921 de 23 de agosto de 2002 (Assédio Moral contra Policias Civis e Militares) a referida Lei foi sugerido pela Comissão que a mesma fosse publicada em BOL PM, o CMT falou que tais documentos seriam entregues ao Departamento Jurídico. O CMT Geral falou sobre o novo Decreto em relação aos Sargentos de curso e que o referido Decreto já estaria saindo nas próximas semanas. O Sr. CMT colocou-se como o LIDER da Instituição e que a responsabilidade é dele, não deu prazo para entrega da proposta salarial e que encontra-se no Comando apenas há 03 (três) meses e que o grupo deve tomar cuidado com os aproveitadores oposicionistas ao Governo que querem se juntar ao grupo para buscarem posições, que a comissão deixou claro que não tem problema contra o Governador Sergio Cabral e nem tão pouco com o CMT Geral, porém a comissão quer que as propostas sejam aceitas e que até a data de 10 de fevereiro de 2012 o CMT Geral estaria marcando uma outra reunião com a comissão. A reunião do dia 18 de janeiro continua marcada as 19:00h na Lapa, para maiores esclarecimentos. Contamos com a presença de todos.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Foi só ameaçar que o governo já deu 20% e antecipou as promoções Ou aprova a PEC 300 ou esse movimento vai eclodir em todo Brasil. Já pensou quando for unificado?

 

Greve dos policiais militares do Rio pode acontecer em pleno Carnaval

Na próxima quarta-feira, os líderes do movimento grevista da Polícia Militar do Rio de Janeiro devem se reunir para traçar suas reivindicações e estratégias. O descontentamento da tropa ganhou força das redes sociais e a maioria dos agentes é favorável à greve, que tenta melhorar as condições de trabalho da categoria. Os responsáveis pelo movimento defendem que a greve deve acontecer pouco antes do começo do Carnaval carioca, em fevereiro. Para eles, a necessidade de proteção durante a festa será fundamental para pressionar o governo.

O único temor dos policiais é não conseguir mobilizar toda a tropa a tempo, já que falta pouco mais de um mês para o Carnaval. Porém, antes mesmo da greve começar, o governo se sentiu ameaçado pelo movimento e antecipou um reajusta de 20% para os policiais, além de reduzir os critérios de tempo para promoções. Atualmente, os PMs do Rio têm o pior salário do Brasil.

A tentativa do governo em acalmar os ânimos dos PMs acabou dando mais força aos grevistas, que tiveram a inspiração para promover a greve vinda dos policiais civis e militares do Ceará, que tiveram seus pedidos atendidos após entrarem em greve simultaneamente.

Fonte: Portal Terra/blog do Adeilton

domingo, 8 de janeiro de 2012

RIO: CARTAZ REVOLTA OS PM's...(a maldição da PEC 300)

Para comandante-geral, a finalidade da mensagem é justamente mexer com os brios dos PMs


"É UM ABSURDO TOTAL, UMA IMAGEM DE UM PM PRESO, ONDE O POLICIAL QUE JÁ ESTÁ P... DA VIDA COM ESSA M... DE SALÁRIO, AINDA TEM QUE VER ESTA FOTO (imagem) COLADA EM TODOS OS BATALHÕES, ISSO SÓ VEIO A CALHAR PARA A TROPA PARAR"

VEJAM A MATÉRIA DO O GLOBO:

A imagem é forte: um policial militar preso, com as mãos para trás e algemadas. Do outro lado das grades, a família assiste à cena de cabeça baixa. A Polícia Militar começou na sexta-feira a espalhar cartazes pelos 39 quartéis da corporação do estado, com essa foto e a pergunta: "Você quer ser herói ou vergonha de sua família?". Segundo o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Erir Ribeiro da Costa Filho, a finalidade da mensagem é justamente mexer com os brios dos PMs.

— Eu pedi o apoio da Assinap (Associação dos Ativos, Inativos e Pensionistas das Polícias Militares e do Corpo de Bombeiros), com o objetivo de ajudar a transformar a mentalidade de policiais que tenham a tendência de se envolver em desvios de conduta. Esta é uma campanha educativa e principalmente de prevenção. É uma imagem forte, mas é necessário mostrá-la — disse o comandante.

A ideia do cartaz foi da Assinap e foi aceita de imediato pelo coronel Costa Filho, selando inclusive uma parceria inédita com um objetivo comum: evitar os desvios de conduta. O atual comandante-geral, tido como linha-dura, é reconhecido por ser implacável com PMs que manchem o nome da corporação. É dele a frase: "Ser digno vem de berço. Não se aprende na academia". No entanto, o comandante-geral, que tomou posse em setembro do ano passado, vem apostando na melhora do currículo para a formação de policiais.

O cartaz é assinado pela Polícia Militar e pela Assinap. O presidente da associação, Miguel Cordeiro, foi procurado pelo GLOBO, mas não respondeu às ligações.

O realismo da imagem leva as pessoas a acreditarem se tratar de um caso verídico, mas as pessoas que aparecem no cartaz são atores. O número de policiais militares expulsos da corporação ao longo dos anos mostra que o assunto do cartaz não está longe da realidade da tropa. Em 2010, por exemplo, 86 PMs foram excluídos. De janeiro a 8 de dezembro do ano passado, a instituição contabilizou 143 casos.Continue lendo no blog Sobrevivente na PMRJ:>>>>>>>>

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Propina recusada na prisão de "Nem" corresponde a 24 anos de salário dos PMs

O tenente Disraeli Gomes, de 32 anos, está há dez na Polícia Militar. Na quarta à noite, ele comandava a operação de cerco à Rocinha. Ao reconhecerem nele a mesma farda usada, no passado, por dois ex-PMs presos horas antes daquele dia escoltando bandidos na Gávea, três pessoas num Corolla arriscaram a sorte.

“Temos ali no porta-malas R$ 1 milhão, mas é dinheiro de evasão de divisas. Podemos conversar”, disse um dos suspeitos, tentando persuadir o tenente a não abrir o compartimento onde o traficante Nem se mexia.

Disraeli ganha R$ 3.500 líquidos por mês e não vive num mar de rosas. Na mesma equipe, havia outros policiais em situação financeira ainda menos favorável. O cabo André Souza, de 39 anos, está há nove anos na corporação. Recebe R$ 1.700 líquidos, tem um filho de 15 anos que estuda em escola pública, não tem carro nem casa própria.

“Vamos para a Polícia Federal”, disse Disraeli, que estava com a equipe na Rua Marquês de São Vicente, na Gávea. Os policiais não abriram o porta-malas porque o motorista se dizia cônsul.


Parte do grupo de PMs do Batalhão de Choque que participou da prisão de Nem
Parte do grupo de PMs do Batalhão de Choque que participou da prisão de Nem Foto: Roberto Moreyra

Os três suspeitos seguiram no Corolla escoltados pelos policiais. O comboio seguiu até a Lagoa. Nova parada. Um dos três suspeitos saiu do carro e ofereceu um valor fixo: “Dou R$ 20 mil”.

Nova negativa. O grupo segue. Nova parada, até que policiais federais chegaram e abriram o porta-malas. Lá dentro, o prêmio da honestidade: Nem.


Leia mais: http://extra.globo.com/casos-de-policia/pms-que-prenderam-nem-recusaram-propina-de-1-milhao-3189169.html#ixzz1dOgGc3tj

sábado, 1 de outubro de 2011

Chefe da PM troca 13 no comando; corregedorias têm reforço para investigar patrimônio


RIO - Após tomar posse sem qualquer solenidade militar , o novo comandante-geral da PM, coronel Erir Ribeiro da Costa Filho, dedicou seu primeiro dia no posto a trocar a equipe. A primeira providência foi exonerar todos os coronéis da cúpula da corporação. Já houve troca em, pelo menos, 13 comandos. Enquanto isso, as corregedorias das polícias Civil e Militar já receberam reforço de pessoal e gratificações para investigar a evolução patrimonial de policiais suspeitos de corrupção. De acordo com o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, o governo aguarda apenas um parecer da Procuradoria Geral do Estado (PGE), que vai analisar uma forma legal para o processo, pois a lei federal que trata de improbidade só permite investigações de patrimônio de servidores com cargo comissionado. Segundo Beltrame, que na sexta-feira participou da comemoração do primeiro ano da UPP do Morro do Turano, no Rio Comprido, as sindicâncias só serão feitas em caso de condutas suspeitas.

- A sindicância patrimonial nada mais é do que a relação entre o que a pessoa faz, o que o trabalho proporciona e o patrimônio que ela aferiu. E temos que fazer sempre com fundadas razões. As corregedorias poderão analisar situações patrimoniais dos servidores e já receberam reforço para isso, tanto de gratificação quanto de efetivo. Al Capone foi preso não pela polícia, e sim pela Receita Federal - disse, referindo-se ao gângster que dominou o crime organizado em Chicago na década de 30, mas que foi julgado e condenado por sonegação fiscal.

E, na troca da PM, nem mesmo o comando das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) foi poupado: o coronel Rogério Seabra Martins substituirá o coronel Robson Rodrigues da Silva, que vai assumir o Estado-Maior Administrativo. E as mudanças não vão parar por aí.

Já foram afastados o coronel Álvaro Garcia (ex-comandante interino da PM e ex-chefe do Estado-Maior), o coronel Marcus Jardim (do 3º Comando de Policiamento de Área, Baixada), o coronel Paulo Mouzinho (1º CPA, capital menos Zona Oeste), o coronel Ricardo Quemento (Diretoria de Finanças), o coronel Sérgio (do Serviço Reservado), entre outros. Além deles, entregaram os cargos o coronel Carlos Milan (do Estado-Maior Administrativo) e o coronel Carlos Milagres (chefe de Gabinete). Sete coronéis, que estavam na cúpula, sequer vão ganhar novos cargos. Eles vão ser reformados ou, caso ainda não tenham tempo de serviço suficiente, ficarão lotados na Diretoria Geral de Pessoal (DGP), conhecida como "geladeira".

Batalhões especiais sob novo comando

Depois de uma reunião que durou toda a manhã fora do QG da PM e teve continuidade na sala do comandante, alguns nomes para o primeiro escalão da PM foram anunciados. O coronel Luiz Castro vai assumir o comando do 1º CPA). Já o coronel Frederico Caldas será o responsável pelo Setor de Relações Públicas. Para o Departamento de Logística da corporação, foi escolhido o coronel Carlos Mendes. Outros nomes, segundo o comandante do Estado-Maior da PM, coronel Alberto Pinheiro Neto, serão anunciados nos próximos dias.

Também ficou decidida a criação do Comando de Policiamento Especializado, que vai agregar o Bope e os batalhões de Choque, Florestal, de Polícia Rodoviária, de Turismo e o Regimento de Polícia Montada. O coronel Robson Batalha, que está no 4 CPA (Niterói), não teria aceitado a assumir a corregedoria. O coronel Waldir Soares, que estava no Batalhão de Choque, foi o escolhido para o cargo, um dos mais delicados da nova gestão devido ao envolvimento de policiais em crimes.

O Globo (granderio@oglobo.com.br) e Extra

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

No país da Copa: Rio > Sem fardas, policiais têm a formatura adiada pela PM

A sexta-feira passada, dia 19, deveria ter sido de felicidade para cerca de 500 alunos da primeira turma a começar o curso do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cfap) da Polícia Militar (PM) este ano. A expectativa de que a formatura acontecesse naquele dia foi frustrada pela falta de fardas. Pelo regulamento, os uniformes deveriam estar com os futuros soldados desde 31 de janeiro, primeiro dia de aula. O atraso na cerimônia de conclusão pode comprometer os planos de criar novas Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), já que os recém-formados devem ocupar esses postos nas comunidades.

Os alunos chegaram a pensar em comprar as fardas.

— Eu não gastaria um centavo para comprar a farda para a formatura, pois é obrigação do Estado fornecê-la — disse um dos alunos, cuja identidade foi preservada.

A proposta foi rejeitada também pela maioria na comunidade do site de relacionamentos Orkut intitulada "PMERJ concursos CFSd".

A PM confirmou que a formatura aconteceria no dia 19, mas ainda não escolheu a nova data. A corporação também informou que as fardas não foram entregues devido a problemas na licitação para a compra das roupas. Ainda segundo a corporação, o cronograma do curso está sendo seguido.

No rígido código que regula a conduta militar, o zelo pelo uniforme é importante. Botas engraxadas e roupas passadas e arrumadas são essenciais, podendo provocar detenção em caso de não cumprimento das normas. Para contornar a falta de material, o Cfap determinou que os alunos deveriam usar calças jeans azuis e camisetas brancas, que ganharam o apelido de "bichoforme".

— O pior é que tivemos que comprar as camisas e as calças — disse outro aluno, que não quis se identificar.

Aumento da demanda

Atrasos na entrega das fardas e no pagamento dos alunos do Cfap podem ser reflexos do aumento da demanda por novos policiais, acreditam especialistas em segurança pública. Por causa do programa das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), a PM espera colocar 2.500 novos policiais nas comunidades e nas ruas até o fim do ano, segundo o coronel Íbis Silva Pereira, porta-voz da corporação.

De acordo com o consultor de segurança Paulo Storani, ex-capitão do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da PM, a questão é que a administração pública não consegue agir de forma tão rápida quanto a iniciativa privada. Assim, quando há algum problema no meio do caminho, o tempo de resposta é sempre mais lento.

— Se você tem uma empresa e precisa comprar algo, faz o pagamento e pronto. No caso do governo, há todo um rito que precisa ser seguido, desde a liberação da verba até a escolha da empresa, por meio de licitação — declarou Storani.

Djalma Oliveira e Mario Campagnani
Jornal Extra.globo.com