Seguidores

Mostrando postagens com marcador poder. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador poder. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

A política usa a polícia para se manter no poder

A polícia garante quem está no poder desde que lhe sirva bem.

Os famosos Ps de Política e de Polícia nunca andaram tão juntos quanto nos dias atuais. Que o digam José Dirceu, Genoíno, Delúbio Soares, e todos os presos do mensalão.
Quem arde em noites acordo até final de janeiro é o deputado – Político – Joao Paulo Cunha por saber que em fevereiro quem vai até ele é a Polícia.
Daí o título da matéria com Ps de Política e Polícia.
Também, os políticos instigam a justiça e depois reclamam da polícia por estarem a busca-los para coloca-los na cadeia. Mesmo que jornais denunciem que os mensaleiros – todos os políticos de mandato ou envolvidos com estes – têm tratamento diferenciado nas prisões.
O Brasil deu ares de mudança na política quando das manifestações com as reações da presidente Dilma que assustada viu seus índices de popularidade cair por terra.
Que fez Dilma? Mandou que fosse feita uma reforma política!
De que adiantou? Até agora de nada adiantou tal medida. Mas o povo se aquietou e isso é o que mais importa.
Durante as manifestações os Ps de política e Polícia andaram juntos novamente.
O P de Polícia estava nas ruas “combatendo” manifestantes e os Blacks Blocs que fomentaram durantes meses uma ameaça aos “poderosos” do poder político.
O P de Política vem se mantendo forte e obediente à voz de comando de uma presidente que democraticamente usa o poder para enfraquecer opositores – investigação a Eduardo Campos de Pernambuco – que não deu em nada, mas que poderia ter detonado a candidatura contrária aos interesses de Dilma e, em outras ocasiões fazendo aumentar a sua base aliada para 2014.
Na investigação a Eduardo Campos Dilma usou homens da Abin – Agência Brasileira de Inteligência - em uma inequívoca demonstração de que Política e Polícia andam juntas.
Por vezes junta ao poder, em outras ocasiões contra o “poder” quando prende ex aliados, caso de Dirceu, Genoíno e Delúbio Soares. 
Nos tempos da ditadura Política e Polícia caminhavam tão juntas que o governo era militar!
Hoje vivemos uma democracia desde que certos princípios não sejam feridos.
O maior deles, o de se manter no poder quem nele estiver.

Fonte: Correio do Povo de Alagoas
Fonte: Correio do Povo