Seguidores

Mostrando postagens com marcador policia federal. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador policia federal. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Polícia Federal: Saiu o edital! 600 vagas de agente, até R$ 9.075,20


Concurso Polícia Federal: Saiu o edital! 600 vagas de agente! Até R$ 9.075,20 !
Atenção concurseiros de plantão!  O Departamento de Polícia Federal (PF) divulgou no diário oficial da união, seção 3,  desta sexta (26), o edital de abertura de seu concurso público. O certame é para preenchimento de 600 vagas no cargo de agente.

As provas objetiva e discursiva  serão aplicadas em todas as capitais de estado e no Distrito Federal. Para a escolha de lotação serão disponibilizadas vagas, preferencialmente, nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia e Roraima e em unidades de fronteira. 
A remuneração inicial, atualizada, será de R$ 9.075,20, já considerando auxílio-alimentação de R$ 373, com jornada de trabalho de 40 horas semanais. O valor considera um aumento recente, que deve começar a vigorar até janeiro de 2015, já valendo para os aprovados no certame.
Os servidores contam com uma série de melhorias durante o exercício. Já com o auxílio-alimentação, as remunerações, com o aumento, passaram a ser de R$ 9.505,61 na segunda classe, R$ 11.338,77 na primeira e R$ 14.129,63 na classe especial.
Para concorrer é necessário possuir curso de nível superior em qualquer área de formação e carteira de habilitação a partir da categoria “B”. 
O regime é de dedicação integral e exclusiva e a contratação será feita no modo estatutário. As inscrições serão aceitas somente via internet, pelo site da CESPE (www.cespe.unb.br), com taxa de R$ 150. O prazo começa a valer às 10h do dia 06 de outubro e segue até às 23h59 do dia 26 de outubro de 2014.
A seleção compreenderá  duas etapas. A primeira  composta de provas objetivas, exames discursivos, testes de aptidão física,  exame médico e avaliação psicológica. Na segunda, os candidatos serão submetidos a um curso de formação profissional , de caráter eliminatório, de responsabilidade da Academia Nacional de Polícia, a ser realizado no DF.
As provas objetiva e discursiva estão previstas para o dia 21 de dezembro e a primeira contará com questões sobre língua portuguesa, noções de informática, raciocínio lógico, atualidades, noções de administração, contabilidade, economia, direito penal, processual penal, constitucional, administrativo e legislação especial.   
O concurso terá a validade inicial de 30 dias, prorrogável uma única vez, pelo mesmo período, com a convocação imediata dos classificados
Confira aqui  o edital.

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Sindicato da Polícia Federal denuncia realidade diferente dos números oficiais



Segundo a Polícia Federal (PF), o número de operações nos últimos sete anos subiu 20%, entre janeiro de 2007 e novembro deste ano – saltando de 188 para 224 – e o de prisões caiu 55%, de 2.876 para 1.268. Para o Sindicato dos Policiais Federais (Sinpef-MG), os números não representam a realidade. Segundo levantamento da categoria, os indiciamentos por corrupção caíram 84% e os de crimes contra o sistema financeiro, 86%.
“Há duas possibilidades. Ou os corruptos viraram santos ou estão cometendo crimes e não tem ninguém investigando. As ações cresceram porque agora pegamos qualquer caso para investigar para fazer volume, mesmo que ele não resulte em nada concreto”, disse.
Segundo o policial, as quedas estão ligadas ainda à falta de valorização dos profissionais. Segundo Porto, nos últimos anos, muitos dos seus colegas optaram por deixar a corporação e ingressar em outros órgãos.
“Você precisa de pelo menos três anos para ser bom no setor de inteligência, mas, quando completa este período, é trocado de cargo. A direção diz que é para oxigenar a PF, mas é para enfraquecer o trabalho de apuração”, afirma.
Paralisação. Insatisfeitos com a condução da Polícia Federal, os policiais federais de Minas e todo o Brasil prometem fazer um dia de paralisação por mês até a Copa do Mundo, em junho de 2014, assim como aconteceu anteontem. Eles não descartam fazer uma greve durante o Mundial, o que causaria um caos nos aeroportos.
“Nossas carreiras estão congeladas. Precisamos de uma sinalização do governo que teremos mais autonomia e investimentos na corporação.

terça-feira, 16 de julho de 2013

Policiais Federais protestam em Brasília por reestruturação na carreira

 Policiais federais de todo o país se preparam para ir ao Congresso Nacional, onde vão protestar por reestruturação na carreira  (Foto: Lucas Salomão/ G1)
Policiais federais de todo o país protestam com bandeiras dos estados em frente à sede da PF em Brasília (Foto: Lucas Salomão/ G1)
 Segundo o presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, Jones Borges Leal, são esperados 500 policiais federais de todos os estados brasileiros.
"Colegas de vinte e seis estados, mais o DF, estão vindo para o lançamento da Frente Parlamentar. Esperamos de 450 a 550 policiais até 14h. A Frente tem o mote de reorganizar a profissão, que está sem gestão. Nós temos vários problemas que serão debatidos nesta Frente".
De acordo com a Federação Nacional dos Policiais Federais, por ano, cerca de 250 policiais federais deixam a PF em busca de carreiras que eles consideram mais valorizadas.
Policiais federais iniciaram nesta terça-feira (16) um protesto em frente à sede do Departamento de Polícia Federal, em Brasília. O grupo reivindica reestruturação do plano de carreira e melhores condições de trabalho. Por volta de 11h, o grupo seguirá para o Congresso Nacional, onde, às 14h, será lançada a Frente Parlamentar de apoio à reestruturação da Polícia Federal.
G1

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Governo Federal propõe indenização para policiais e auditores em exercício nas fronteiras


Da Agência Câmara

A Câmara analisa o Projeto de Lei 4264/12, do Poder Executivo, que institui indenização para policiais federais, policiais rodoviários federais e auditores da Receita Federal em exercício em localidades estratégicas para a prevenção, controle, fiscalização e repressão de delitos transfronteiriços.

Pela proposta, a indenização será de R$ 91 por dia de efetivo de trabalho nasdelegacias, postos e unidades situadas em localidades estratégicas, definidas em ato do Poder Executivo. Ela também valerá para o servidor público federal ocupante dos Planos Especiais de Cargos da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal e do Ministério da Fazenda.
O objetivo do projeto é oferecer compensação pecuniária capaz de minimizar a evasão de servidores de regiões consideradas vitais para a política de segurança nacional. “A situação atual, que se deseja combater com a presente medida, é de baixa fixação de pessoal nessas localidades”, explica a justificativa da proposta. “Dado à dificuldade de permanência nesses postos de trabalho, geralmente inóspitos e isolados, os servidores acabam se movimentando, judicial ou administrativamente, para outras regiões do País”, complementa. CONTINUE LENDO NO BLOG DO DELEGADO

quarta-feira, 18 de abril de 2012

POLICIAIS FEDERAIS ENTRARÃO AMANHÃ EM ESTADO DE GREVE

MOV02321 001
A agentes da Polícia Federal entrarão amanhã em estado de greve reivindicando a reestruturação do Plano de Cargos e Salários e maior segurança no aeroporto de Teresina.


Amanhã (19) logo n o início do dia os policiais federais farão uma manifestação no aeroporto de Teresina com a distribuição de panfletos explicando para a população a atual situação financeira dos agentes da Polícia Federal. A panfletagem será também no embarque e desembarque dos passageiros.

Esta manifestação dos policiais federais faz parte de uma mobilização nacional feita pelo sindicato. É apenas um indicativo de greve. Ainda não haverá paralisação.

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

União terá que pagar R$ 30 mil para delegado da Polícia Federal acusado de desacato

A Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve, em decisão unânime, o pagamento de R$ 30 mil por danos morais para delegado da Polícia Federal acusado de desacato durante o curso de formação. Aprovado no concurso, ele foi impedido de tomar posse em razão da acusação, e pretendia aumentar o valor da condenação para mais de R$ 700 mil, com a inclusão de danos patrimoniais.
Ele não pôde assumir o cargo de delegado da Polícia Federal após ser desligado do curso de formação profissional em 2001. O candidato teria cometido desacato, falta de natureza grave. O aluno então entrou com ação para invalidar o ato administrativo e pediu reparação de danos materiais e morais.
Depois de o pedido ter sido julgado improcedente em primeiro grau, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) concluiu que a tramitação da sindicância não obedeceu ao devido processo legal, ferindo o contraditório e a ampla defesa.
O TRF4 determinou a reintegração do candidato à Academia Nacional de Polícia, para que pudesse concluir o curso, e fixou a indenização por danos morais em R$ 30 mil, correspondentes à perda de oportunidade de tomar posse, retardada por alguns anos.
Danos patrimoniais
O delegado recorreu ao STJ pedindo o pagamento de danos patrimoniais correspondentes à soma dos salários e benefícios que deixou de receber ao longo de 55 meses, por conta de seu desligamento. Os valores somariam mais de R$ 700 mil. Além disso, pretendia aumentar o valor da indenização por danos morais.
O ministro Herman Benjamin não conheceu do recurso em relação ao pedido de pagamento de danos patrimoniais, pois ele foi interposto sob a alegação de divergência jurisprudencial, mas o autor não demonstrou essa divergência.
“O recorrente limitou-se a indicar ementas de julgados desta Corte sem realizar o necessário cotejo analítico”, disse o ministro, afirmando que a divergência “deve ser comprovada, cabendo a quem recorre demonstrar as circunstâncias que identificam ou assemelham os casos confrontados”.
Quanto à revisão do valor a ser pago por danos morais fixados pelo tribunal regional, o ministro entendeu que implicaria reexame de provas, vedado pela Súmula 7 do STJ.
Omissão
Porém, o autor insistiu no pedido. Ele apresentou embargos de declaração contra o acórdão da Segunda Turma, com argumento de que a decisão teria sido omissa ao não analisar o pedido de indenização relativa aos salários e benefícios que deixou de receber. Também alegou a necessidade de majoração do valor da indenização por danos morais.
A Turma entendeu que o autor não conseguiu comprovar a suposta omissão e rejeitou os embargos de declaração de forma unânime. Para o relator, os embargos têm “nítida pretensão de rediscutir o mérito julgado, o que é incabível nesta via recursal”.
Processo: REsp 1242351

domingo, 5 de fevereiro de 2012

"Polícia Federal, uma das mais corruptas do mundo"(!?!?)...será?

Polícia federal Brasileira, uma das mais corruptas do mundo. 

Polícia federal Brasileira recebe mensalão do governo dos estados Unidos
Polícia federal Brasileira, uma das mais corruptas do mundo. 

Polícia federal Brasileira recebe mensalão do governo dos estados Unidos. 

Carlos Costa, que chefiou o FBI no Brasil por quatro anos, fala sobre como os Estados Unidos compraram a Polícia Federal e como a ABIN se prostitui. 
Uma das contas bancárias secretas utilizadas para receber o mensalão é a de número 284002-2, na agência 3476-2 do Banco do Brasil, em Brasília. 

O valor do mensalão depende do cargo que o policial ocupa (delegado, etc.), mas em média gira em torno de 800 dólares mês por cabeça.
 

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Corregedoria apura denúncia contra policiais suspeitos de extorsão em SP

A Corregedoria da Polícia Civil de São Paulo apura denúncia contra policiais civis suspeitos de extorquir dinheiro de traficantes. Segundo reportagem da edição desta sexta-feira (9) do jornal “Folha de S.Paulo”, a Polícia Federal (PF) investiga 12 agentes por cobrar propina de traficantes para soltar quatro outros criminosos.
Segundo nota divulgada pela Secretaria da Segurança Pública (SSP), o titular da pasta, Antonio Ferreira Pinto, determinou a instauração de inquérito. A polícia paulista irá solicitar à PF cópia dos autos da investigação federal e autorização para compartilhamento de provas.Continue lendo no G1:>>>>>>>>>>

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Policiais Federais são abordados por PM’s, que são presos pela Justiça

 Ocorrências policiais são caixas pretas: dificilmente se sabe ao certo todas as circunstâncias e detalhes que participaram dos fatos. A tecnologia tem ajudado a expor com maior nitidez algumas ações policiais, mas muitas ainda continuam permeadas pela dúvida, notadamente quando se trata de acusação de abuso policial – embora a imprensa geralmente anuncie certezas baseadas em verdades dissolvidas por qualquer questionamento crítico. É com este entendimento que começamos a analisar um caso que está repercutindo em toda a mídia baiana: a prisão de sete policiais militares baianos por terem realizado uma abordagem a um veículo em que estavam dois policiais federais.

Segundo se sabe, uma guarnição da CIPE-Sudoeste, que realiza o trabalho de repressão a roubo a bancos no Sudoeste baiano (e não são poucos os casos desta modalidade de crime na região), recebeu a determinação de averiguar a presença de homens armados embarcados em uma caminhonete em determinada região. Ao encontrarem o veículo, realizaram a abordagem, tendo os dois policiais federais (um deles ex-tenente da PMBA) se identificado e informado que estavam armados. Aqui cessam as informações sobre o que teria ocorrido além da abordagem, mesmo porque, o próprio mandado que determina a prisão dos policiais não fala em abuso, constrangimento ou qualquer desvio dos policiais durante a abordagem.

Convidamos o leitor a fazer uma pausa, e lembrarmos de assunto que vez ou outra comentamos aqui no blog – inclusive em crítica a policiais militares – que é a fogueira das vaidades corporativas que pautam muitas relações profissionais dos policiais brasileiros: policiais civis, militares, federais, guardas municipais e outros, não raro, se estranham em conflitos que chegam a limites como xingamentos e vias de fato, irracionalmente brigando por não se sabe o quê. Nos parece que o desdobramento da abordagem dos PM’s da CIPE-Sudoeste se relacionam em algum grau com esta fogueira.

Cerca de um mês após realizada a abordagem, eis que um mandado de prisão é expedido pela Justiça Federal sediada em Jequié-BA, onde todos os PM’s envolvidos na ocorrência (e mais três da Companhia Independente de Brumado) constam como alvo da prisão. Segundo o mandado, a prisão preventiva (solicitada pela equipe de policiais federais) fundamenta-se na garantia das investigações que estavam sendo realizadas contra uma prefeita da região.

Em: PMBAPolícia Federal

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

PF prende policiais que escoltavam traficantes no Rio (eles nunca foram policiais...)


Agentes da Polícia Federal prenderam, no início da noite desta quarta-feira (9), policiais que escoltavam traficantes que fugiam da Rocinha, na Zona Sul do Rio. Ao todo foram 15 presos na Gávea, próximo à Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).
Um dos traficantes é conhecido pelo apelido de “Peixe” e o outro é o traficante “Coelho”, um dos principais comparsas deAntônio Bonfim Lopes, conhecido como "Nem", chefe da quadrilha que comanda a venda de drogas na favela. Perto ao local da prisão, em frente ao Jóquei, uma outra equipe da PF abordou um carro que transportava fuzis e granadas.

Desde a madrugada desta quarta-feira (9), policiais militares vigiam os principais acessos à comunidade. A Rocinha e o Morro do Vidigal devem ser ocupados pela polícia nos próximos dias. 
Durante toda o dia, os policiais fizeram blitz nos acessos à Rocinha e revistaram moradores. Cerca de 50 homens do Batalhão de Choque ficaram em pontos estratégicos da estrada da Gávea, na Zona Sul. A Polícia Militar informou que vai manter o patrulhamento reforçado, por tempo indeterminado, para evitar a fuga de traficantes.
Fonte> G1 RJ

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Polícia Federal faz a maior apreensão de cocaína da história do Nordeste




PF faz maior apreensão da história do Nordeste: 530 quilos de cocaína 

Droga estava dentro de sacos de gesso em vários contêineres. Polícia disse que carregamento seguiria para África e depois para a Europa.


A Polícia Federal apreendeu uma quantidade impressionante de cocaína dentro do Porto de Suape, em Pernambuco. É a maior apreensão da história do Nordeste: 530 quilos. A droga estava dentro de sacos de gesso em vários contêineres. A polícia disse que o carregamento seguiria para um porto na África e depois seria distribuído na Europa.


Nota do blog: Não foram esses indigentes que são presos todos os dias nas cidades brasileira que organizaram esse tráfico. Tem muita gente bacana, importante, influente, que tem bons advogados. Parabéns a Polícia Federal, mas, onde está a guarda costeira? Ela existe, e se existe tem efetivo? Essa carga com certeza foi dedurada, delatada por alguém...imaginem quantas dessas já foram e continuarão sendo transportadas? Melhor do que fazer o trem bala, do que dar aumento para os políticos, de sediar Copa do Mundo e Olimpíadas, numa país com gente passando fome, com gente analfabeta seria investir no estado, afinal é para isso que servem os impostos, ou deveria servir. Estamos engatinhando...um dia ficaremos de pé perante a esses problemas.