Seguidores

Mostrando postagens com marcador prisao ilegal. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador prisao ilegal. Mostrar todas as postagens

sábado, 19 de abril de 2014

O que está por trás da prisão ilegal de Prisco, líder da PM Bahia?

Eu estava lá, não foi ninguém que me contou. Todos os policiais, bombeiros e servidores públicos que foram presos até  02 de agosto de 2013, por reivindicar salários, participar de atos públicos, ou que tenham sofrido prisão em função desses, foram anistiado conforme documento acima e link oficial LEI 12848. Na verdade o que o governo teme é que o movimento baiano se alastre por todo o Brasil. Em plena Copa do Mundo seria vergonha internacional, e mais, em ano de eleição ficaria mais evidente a falta de autoridade do governo. Governo aliás que sempre se mostrou não se preocupar com os trabalhadores da segurança pública, seja quando não vota a reforma do Código Penal que é anterior a 2ª Guerra Mundial, desde 1940. O Estado brasileiro também não tem um Fundo Nacional da Segurança Pública; não tem lei que regulamente o uso de algemas, coisa tão primária. Ou seja o governo do "Partido dos Trabalhadores" está contra os trabalhadores da segurança pública. E mais, em 2012 fizeram um teatro danado quando a mesma polícia baiana estava de greve, forjaram inclusive um tal mandado que teria autorizado escutas telefônicas aos líderes e deputados envolvidos naquele movimento. Até o momento não apareceu o mandado. Militares presos em Bangu I tiveram suas cabeças raspadas e tratados como criminosos, justamente por acreditar que viviam na democracia do Partido dos Trabalhadores. Agora me vem outra mentira, quando a presidente Dilma concede expressamente a Anistia Criminal até 2013 e o Ministério Público Federal ignora e manda prender o líder e vereador da PM Bahia, Marcos Prisco. Em quem devemos acreditar? Qual será a postura da categoria? É tudo tão bem orquestrado que chegaram a dizer que Prisco teria conversado, mesmo depois de preso no presídio de segurança máxima; de que não era para os policiais retomarem o movimento. Isso seria o mesmo que acreditar no papai noel, ou nas promessas de campanha do "Partido dos Trabalhadores"...a atitude que os brasileiros esperam do dito partido...é que votem imediatamente o segundo turno do piso nacional dos policiais e bombeiros, a chamada PEC 300. Para isso eles leram o projeto, mas, para ler as cláusulas abusivas da refinaria de Pasadena não conseguiram ler...