Seguidores

Mostrando postagens com marcador quem-quem. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador quem-quem. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Pezão é apontado como um dos líderes do PCC Mineiro e Quem-Quem já matou 10 pessoas, diz PC


Dois dos criminosos mais perigosos de Minas Gerais foram apresentados pela Polícia Civil na manhã desta sexta-feira (7) no Departamento de Investigações (DI), na Lagoinha, região Noroeste de Belo Horizonte.

De acordo com o delegado Edson Moreira, Ângelo Gonçalves de Miranda Filho, 29, o Pezão, era um dos líderes do PCC Mineiro e foi recebido com bastante respeito pelo colegas de cela da prisão onde ficou detido em São Vicente, em São Paulo.

Segundo o delegado, o criminoso foi preso sozinho em um apartamento de luxo de Santos. A prisão de Pezão ocorreu um dia antes da de Bruno Rodrigues de Souza, 22, o Quem-Quem, que foi preso na orla da Praia Grande e na companhia da mulher e do filho.
Conforme Edson Moreira, na hora da abordagem, Quem-Quem chorou e chegou a colocar o filho na frente do seu corpo e pedir misericórdia. De acordo com a Polícia Civil, o criminoso já matou em torno de 10 pessoas.

Em 2010, ele assassinou uma mulher com dez tiros na boca no bairro Califórnia, na região Noroeste da capital mineira, por motivos relacionados a um acerto de contas devido à dívidas de tráfico de drogas. Além desse crime, Quem-Quem também foi indiciado pela morte do agente penitenciário Ronaldo Miranda de Paula, de 43 anos, executado com 11 disparos após uma troca de tiros ocorrida no bairro Guarani, na região Norte de Belo Horizonte, no dia 26 de agosto deste ano.



Atuação do PCC Mineiro

De acordo com a Polícia Civil, a facção criminosa em que Pezão era um dos líderes atua nas seguintes cidades mineiras: Teófilo Otoni, Prudente de Moraes, Caetanópolis, Sete Lagoas e Lagoa Santa. Também foi descoberto ações do grupo em diferentes bairros de Belo Horizonte: Primeiro de Maio, Califórnia, Mantiqueira, Castelo, Caiçara e Favela Sovaco das Cobras, onde Quem-Quem agia.





ABATA MARTINS/KARINA ALVES
Siga em: twitter.com/OTEMPOonline



quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Polícia prende Quem-Quem, o criminoso mais procurado de Minas Polícia

A Delegacia de Homicídios de Belo Horizonte prendeu na tarde desta quarta-feira (5) o bandido mais procurado pela polícia mineira, Bruno Rodrigues de Souza, o Quem-Quem. Ele foi encontrado por volta das 13h30 na cidade de Praia Grande, interior de São Paulo, por meio de uma denúncia anônima.

A expectativa é de que ele seja transportado ainda nesta quarta para o Departamento de Investigações (DI), na Lagoinha, no bairro São Cristovão, região Noroeste de Belo Horizonte.

Também na Praia Grande, a polícia prendeu Ângelo Gonçalves de Miranda Filho, integrante do Primeiro Comando da Capital (PCC) conhecido como Pezão. Os dois estavam com forte armamento quando foram detidos.

Histórico - Bruno foi indiciado pela morte do agente penitenciário Ronaldo Miranda de Paula, 43, executado com 11 disparos após uma troca de tiros no bairro Guarani, na região Norte de Belo Horizonte, no dia 26 de agosto.

Ele estava foragido da penitenciária de Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri, onde é acusado de planejar a morte de um juiz. Quem-quem é tido como um dos braços mineiros de uma facção criminosa de São Paulo e é um dos principais responsáveis pelo tráfico de drogas em Teófilo Otoni e no bairro Califórnia, em BH.

- Quem-Quem era um dos integrantes da lista dos 12 criminosos mais procurados de Minas divulgada nessa terça-feira (4) pela Secretaria de Estado de Defesa Social

fonte: o tempo
blog policialpenalmg.com

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Polícia Civil descobre plano de formação de "PCC Mineiro"

Segundo a polícia, organização criminosa à qual Quén Quén pertence já tem estatuto e pretende unir traficantes de Minas Gerais

A prioridade da Polícia Civil (PC) de Minas Gerais é prender a quadrilha a qual pertence o foragido Bruno Rodrigues de Souza, de 23 anos, o Quén Quén. Segundo o chefe do Departamento de Investigação, delegado Edson Moreira, durante as investigações do paradeiro do criminoso, a polícia descobriu que o grupo pretendia formar uma facção criminosa: o Primeiro Comando de Minas Gerais. De acordo com a PC, os criminosos queriam se unir a outras facções brasileiras e esperavam contar com o apoio de outros traficantes do estado.

Durante a apresentação de seis suspeitos de homicídios em Ribeirão das Neves, a polícia informou que teve acesso ao “estatuto” elaborado pelos criminosos que participam do Primeiro Comando de Minas Gerais, que tem 12 artigos que pregam a união entre o grupo, ajuda aos familiares de membros presos, além da proibição de conflitos internos. Conforme a polícia, a quadrilha conta com pessoas de Teófilo Otoni, BH e Ribeirão Preto (SP).

Além de Quén Quén, também estão sendo caçados o chefão do bando, Claudiney Rodrigues de Souza, 30, o Claudio Boy, e o segundo do grupo, Ângelo Gonçalves de Miranda Filho, 30, Anjinho ou Pezão. O braço direito desses três criminosos, Jonathan Ribeiro Zaqueu, conhecido como Paulista ou Natan, que veio de Ribeirão Preto para Minas como contato do grupo criminoso Primeiro Comando da Capital (PCC), também aparece na lista dos procurados pela Divisão de Crimes Contra a Vida (DCcV).

Fontes: Estado de Minas / NOTICIAS DA PC