Seguidores

Mostrando postagens com marcador reformados. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador reformados. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 23 de março de 2012

PEC 5/12 é aprovada garantindo a paridade como fica no caso dos quinquenios e produtividade?

Se alguem por gentileza, colabore com o blog nos comentários por que aí na matéria abaixo diz o seguinte: "incluindo a extensão aos inativos de todas as vantagens concedidas aos ativos" na Pec não diz A ou B e sim a palavra TODOS.

Servidor aposentado por invalidez terá proventos integrais e paridade

O Plenário do Senado aprovou, dia 20, por unanimidade, a Proposta de Emenda à Constituição 5/12, que garante a servidores públicos aposentados por invalidez, proventos integrais e paridade ao pessoal da ativa. A proposta será promulgada em sessão solene do Congresso nos próximos dias.

A PEC determina que a União, os estados, o Distrito Federal e os municípios, com suas respectivas autarquias e fundações, façam, no prazo de 180 dias da entrada em vigor da emenda, a revisão das aposentadorias e pensões delas decorrentes concedidas a partir de 1º de janeiro de 2004.

Com a aprovação da PEC 5/12, o servidor público poderá receber proventos equivalentes à sua última remuneração, com vinculação permanente entre proventos de aposentados e a remuneração da ativa, incluindo a extensão aos inativos de todas as vantagens concedidas aos ativos.

A PEC, de autoria da deputada Andreia Zito, visa mudar a forma de cálculo dos benefícios de aposentadoria por invalidez instituídos na reforma da Previdência. Atualmente, a aposentadoria de quem se torna inválido para o trabalho no serviço público é calculada com base no tempo de contribuição.

A PEC foi aprovada por unanimidade nos dois turnos. Emendas constitucionais precisam passar por cinco turnos de discussão antes da primeira votação e depois mais três turnos de debates antes da segunda votação.

Mas um acordo entre todos os senadores permitiu a quebra dos interstícios e que todas sessões acontecessem seguidamente para que a matéria tivesse a votação concluída no mesmo dia. Continue lendo no Blog Notícia da Caserna

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

SGT PM do RIO pede para que os Reformados não sejam esquecidos

Nilton Robson Pinto 


Bom dia a todos,gostaria muito de saber como fica a situação dos companheiros que tiveram sua carreira interrompida como a minha com 18 anos de serviço fui alvejado por três meliantes que tentaram ceifar minha vida era terceiro sgt tinha toda uma carreira pela frente que fora freada pelo ato.Será que seremos esquecidos por este governo o que fizemos pela corporação fora apagado.ficaremos excluídos do estatuto que vigora ate quando nao pedi para ser reformado,pelo contrario se pudesse estaria nas ruas ate hoje,pois gosto do que fazia.assim como eu existem muitos.fui reformado em ato de serviço não estava brincando não tava na condiçao de policial militar que sou. Por favor quando pensarem em qualquer exigências lembrem-se tambem daqueles que deram o sangue por esta corporação. Principalmente os que cumpriram fielmente com suas obrigações obrigado.

sábado, 10 de dezembro de 2011

REFORMADO É LIXO PARA MUITOS...

 Veja como o militar reformado é tratado hoje em dia, reformado é lixo tanto para o governador como para os (alguns) elementos da ativa e quem dirá para a sociedade. Umas coisas que são de machucar o coração. Num chat se você, reformado, falar que luta por dignidade por aquele que está na ativa, pois o mesmo não tem condição de lutar...para ele ativo, é pouco. Já me decepcionei muito na vida, mas tem os que falam que inativo não produz: diga aos marginais que inativo não faz mais nada, pois se um inativo é reconhecido como POLICIAL ele é morto, mas isto é besteira, inativo não produz mesmo né? Se para o governador e para os próprios irmãos de farda não servidos para nada, então porque nos solicitam para as manifestações de aumento de salário, sendo que nos dias 11 de abril, 13 de maio e 8 de junho, quem congestionou a Augusto de Lima e lotou a praça da Assembléia, e parou a praça 7 e enfiou 13 mil pessoas no COPM? Foram os reformados e pensionistas.Continue lendo no blog Guerreiros de Uberaba:>>>>>>>>>

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Viaturas novas e prêmio produtividade X reformados e pensionistas...

     Qual deve ser a sensação para aqueles policiais e bombeiros que trabalharam a vida inteira, e quando se  aposentam perdem parte de seus direitos? Há tempos que a paridade salarial foi extinta. Criaram o prêmio produtividade, para as regiões que atingissem metas no combate a criminalidade. E os reformados, que trabalharam a vida inteira e nunca receberam, apesar de terem direito, a benefício do auxílio periculosidade, por exemplo? Por outro lado vemos terceirização da frota, onde o estado paga R$1750,00 pela manutenção de cada viatura. O contrato cobre mil carros, por dois anos, totalizando 42 milhões de reais. Isso significa que o estado tem dinheiro. Então, porquê não mantém a paridade e criem outra nomenclatura para remunerar os inativos e pensionistas, que não recebem a produtividade, obviamente por não produzirem mais, mas que produziram a vida inteira? Quanto vale uma viatura? Quanto vale um aposentado? O estado tem memória e respeito a história desses servidores na instituição?