Seguidores

Mostrando postagens com marcador rolezinho. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador rolezinho. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

SP: "ROLEZINHO DA FAMÍLIA POLICIAL" BLOQUEOU A MARGINAL TIETÊ


Uma manifestação com cerca de 40 pessoas interditou a Marginal do Tietê na tarde desta quarta-feira, 5, por cerca de três horas. O bloqueio, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), começou por volta das 13h30 nas pistas local e central no sentido Ayrton Senna, próximo à Ponte Presidente Jânio Quadros, e foi encerrado às 16h40.
A CET recomendava às 15h45 que veículos pequenos utilizassem o Minhocão, Ligação Leste-Oeste e Radial Leste.
Motivo. Com carro de som e faixas, amigos e familiares de policiais militares reivindicavam mudanças na legislação. Segundo a Polícia Militar, eles pediam para que se torne crime hediondo qualquer crime praticado contra oficiais da lei, além de melhores condições de trabalho e aumento salarial para a categoria.
O policiamento acompanhou a manifestação, que não registrou nenhum conflito.












Crédito: fotos acima Teca Costa
fotos abaixo Adriana Borgo








sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Participe: ROLEZINHO DA FAMÍLIA POLICIAL

PREZADA ESPOSA DE POLICIAL:
Você sabia que nestes vinte e sete dias do ano de 2014, já foram assassinados QUINZE policiais militares no estado de São Paulo, em razão de serem policiais? 
Que três policiais militares se suicidaram em razão de pressões advindas do fato de serem policiais?
Que pelo menos uma delas estava sendo perseguida por seus comandantes e havia sido transferida injustamente e tentava voltar para sua cidade de origem?
Que interesse seus comandantes tinham em que ela ficasse longe de sua cidade? O que eles ganhariam com isso?
Ela se "suicidar" resolveu o problema de seus comandantes, que tinham interesse em esconder esse fato e o real motivo - qual seria? - da sua transferência (a bem do serviço...)
Sabia que isso dá uma média de mais de uma morte a cada dois dias?
Sabia que o policial representa para o estado apenas um numeral de sete dígitos? Isso significa que ele é algo próximo a um em um milhão, ou seja, a perda de um policial representa um impacto para o estado, de 0,000001 (muitos zeros depois da vírgula, não é mesmo?), enquanto que para a família, representa um dano inestimável.
Seu marido tem conversado com a família a esse respeito? Se não o faz, é omisso...
Você entende que pode ficar sem ele de repente? Pense a respeito.
Quanto vale para os seus filhos, a vida do pai deles?
Então, minhas caras, eu as convoco para tomarem uma decisão que pode mudar a história da sua família:
Seu marido (filho, pai, esposa), por se tratar de militar, não pode reivindicar o direito à vida que lhe está sendo arrancado pelos marginais, sob pena de ser punido, preso, demitido e outras atrocidades que seus comandantes fazem para encobrir os erros do Estado, que deveria zelar pela sua vida e integridade física e não faz. Mas você, enquanto família e maior interessada que ele volte vivo pra casa, NÃO SÓ PODE COMO DEVE.
ESTÁ NA HORA DE DEFENDERMOS QUEM NOS DEFENDE.
VAMOS PRA RUA, FAMILIARES DE POLICIAIS. 
NÃO É POR CENTAVOS, MAS POR VIDAS.
NOSSOS HERÓIS ESTÃO SENDO ABATIDOS DIANTE DOS NOSSOS OLHOS.
PARTICIPE DOS MOVIMENTOS. DÊ A SUA CONTRIBUIÇÃO. MOSTRE O QUE É A FAMÍLIA...
Estejam conosco dia 05 de Fevereiro, a partir das 13:00 em frente à escola de sargentos.
Vai haver advogados trabalhando gratuitamente como voluntários, dando assistência jurídica, para garantir que abusos de superiores não sejam levados a efeito nesse dia.
NÃO SE OMITAM. CONTAMOS COM VOCÊS... Participe do "Rolezinho da Família Policial", dia 05 de fevereiro, quarta - feiraConcentração às 13 horas em frente a Escola Superior de Sargentos na Marginal Tietê. Todos deverão trajar roupas escuras, luto pelas centenas de policiais assassinados ou que cometeram suicídio pelo abandono social. Os profissionais da Segurança Pública precisam de leis mais severas para aqueles que matam policiais dentro ou fora do serviço. Compareça, traga sua família! Quem gosta de polícia é polícia e seus dependentes, pensionistas. REAJA FAMÍLIA POLICIAL!!!

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Família Militar de São Paulo organiza "ROLEZINHO" dia 05/02

  
APPMARESP - Associações e a Comissão dos direitos Humanos dos Policiais de São Paulo convida familiares, viúvas, pensionistas de policiais para a caminhada no dia 05 de fevereiro, concentração às 13 horas, em frente a Escola Superior de Sargentos da Polícia Militar de São Paulo. A organização pede que os presentes venham com camisas pretas, como luto aos policiais que estão sendo assassinados e os militares que cometeram autoextermínio, pelo abandono social. Compareça, participe! Quem gosta de polícia é polícia! Conheça a página do evento no Facebook; clicando aqui>>>

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Proibir rolezinhos é proibir o direito de ir e vir


"E agora José?" diria o poeta Carlos Drummond de Andrade, e se eu pudesse parafraseá-lo diria que o efetivo acabou, a praça de alimentação sopitou, a galera de rolezinho chegou...Por mais que fiquemos espantados com tal fenômeno, o fato é que a Constituição Federal ainda nos garante o direito de ir e vir e portanto, se reunir, seja onde for, não caracteriza por si só crime algum.

           Assim como nas manifestações de junho de 2013, as concentrações começavam ingênuas, àquelas protestavam contra o aumento da passagem; diferente dos grupos que organizam os "rolezinhos", que não tem pauta nenhuma a ser reivindicada. Será que essa rebeldia é inconsciente, desorganizada, apartidária?

              Vivemos um momento ímpar na história da humanidade, onde os sistemas estão ou serão questionados na velocidade de um clique, cujas instituições (sempre atrasadas para acompanhar as mudanças), se vêem inconsistentes diante da postura refratária da sociedade. Como diria Caetano "alguma coisa tá fora da ordem, fora da nova ordem mundial".

             Qual deve ser o papel das polícias ante aos "rolezinhos"? O fato que nenhuma corporação brasileira tem efetivo para conter tais fenômenos sociais. Repito: nenhuma! De mais a mais, qualquer ato contrário ao direito de ir e vir será configurado como violação aos direitos fundamentais, humanos. Ou as empresas contratam mais seguranças, formando exércitos particulares, ou de fato sofrerão prejuízos incalculáveis diante da possibilidade desses aglomerados. Veja quantos rolezinhos já estão marcados pelo Brasil

                Finalmente a "classe média do PT" ou classe média bolsa família chegou aos shoppings, só que sem o poder de consumo. Então não precisamos entender de magia para antever o que está por vir; saques, roubos, furtos, caos...Mas, enquanto isso não acontecer...não há crime.

                Voltando a pergunta inicial do poeta "e agora José?" qual será a postura do Estado? Mudar a lei? Criminalizar o direito de ir e vir? Jogar (mais uma vez) a responsabilidade na truculência da polícia, usando-a como massa de manobra? Só o profeta Nostradamus poderia nos responder. O fato é que nosso sistema está com os dias contados. É muita gente para poucos shoppings, para poucas vagas de emprego, muito dízimo para poucos deuses, muita propaganda para pouco dinheiro no bolso...

domingo, 12 de janeiro de 2014

"Classe Média do PT" dando um "rolezinho" no shopping (welcome)



Comento: Com certeza a "classe média do PT (partido dos trabalhadores), como não tem dinheiro para comprar quando vai ao shopping dar um "rolezinho"; causa o frisson na galera...Para leitores estrangeiros, essa é uma modalidade social nova onde é quase uma catarse, inconsciente coletivo, que não sabe ao certo dizer, se expressar, protestar...contra a falácia do governo que insiste em dizer que há novos emergentes ingressando na espécie de "nova classe média". A se esses jovens tivessem um pouquinho mais de organização, educação...Quem sabe não estejamos diante de uma nova tese para os futuros sociólogos?! Quem sabe isso não seja uma nova modalidade de reality show?! O fato é que; turistas não deixem de visitar os shoppings brasileiros quando vierem assistir a Copa e as Olimpíadas 2016...