Seguidores

Mostrando postagens com marcador servidores. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador servidores. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Prêmio Produtividade: "os bancos é que estão morrendo de rir"...Cabo Júlio



Blog do Cabo Júlio

Funcionário é flagrado usando moto da Secretaria de Segurança Pública, com placa fria



G1 ES

Hospital de Uberlândia retoma atendimento pelo Ipsemg

O atendimento médico aos servidores estaduais pelo Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg) foi retomado pelo Hospital Madrecor, de Uberlândia, na semana passada. As consultas e cirurgias estavam suspensas desde a segunda quinzena de outubro para ajuste do orçamento do teto dos convênios. De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, a unidade está atendendo todo procedimento autorizado pelo plano, mas o teto limite é de R$ 1,2 milhão.
A decisão de retomar o atendimento total veio depois de uma reunião entre representantes do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE), o hospital e o Ministério Público, por meio do promotor Fernando Martins. A assessoria de imprensa do hospital também informou que neste período continuou atendendo pacientes do Instituto de Previdência em situações de emergência e urgência.
G1 Triângulo Mineiro

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Funcionários Públicos...reflitam...

 Fonte: Blog Denílson Martins
ENTÃO A MELHOR OPÇÃO É UM NOVO JEITO DE FAZER POLÍTICA, APOIE O PSPC - PARTIDO DA SEGURANÇA PÚBLICA E CIDADANIA

Cadê o Prêmio Produtividade? Servidores estaduais fazem protesto unificado em BH


Cerca de dois mil servidores estaduais se reuniram na Praça da Assembleia, em Belo Horizonte, para fazer uma manifestação e discutir a possibilidade de realização de greve. O ato unificado acontece na tarde desta quinta-feira (10).  Participam da mobilização representantes do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE), Sindicato Único dos Trabalhadores da Saúde (Sind-Saúde), do Sindicato dos Servidores da Polícia Civil (Sindpol) e do Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores na Indústria Energética (Sindieletro). Os manifestantes saíram em passeata até o centro da cidade.


De acordo com o presidente do Sindicato da Polícia Civil de Minas Gerais, Denilson Martins, a categoria vai iniciar uma greve em massa. "O governo não enviou a Lei Orgânica, que foi elaborada pela categoria. O governo disse que em outubro, ela estaria publicada. Também estamos cobrando o prêmio por produtividade. As metas do ano passado não foram pagas então ele [governo] não pode cobrar nenhuma meta este ano", disse.



Paralisação na Educação

Servidores da Educação fazem nesta quinta-feira (10) um dia de paralisação. A categoria encerrou em setembro uma greve que durou 112 dias e reclama de impasses. Segundo a diretora do Sind-UTE, Beatriz Cerqueira, as negociações não avançaram depois de seis reuniões com o governo. “O governo não tem que criar tabela e sim o piso salarial de carreira que havia prometido. Foi falado que seria tirado da Assembleia o projeto de lei do subsídio, mas está na pauta de votação”, falou.

Nos dias 16, 17 e 18 deste mês, professores e demais servidores da Educação prometem reduzir a carga horária de trabalho e, no dia 22, vão fazer uma nova paralisação de 24 horas, de acordo com Beatriz Cerqueira.

A assessoria do governo disse ao G1 que uma coletiva foi marcada pela Secretaria de Estado de Planejamento para às 17h desta quinta-feira (10), para falar sobre o ato unificado.


Pedro TriginelliDo G1 MG

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Servidores estaduais não vão mais receber contracheques de papel

Os servidores estaduais não vão mais receber contracheques de papel. A partir de novembro, o documento poderá ser acessado pela internet, no portal do servidor. O comprovante também vai estar disponível nos caixas eletrônicos do Banco do Brasil e peloportal do banco na internet. De acordo com o Governo do Estado, a medida foi adotada buscando sustentabilidade, segurança e economia para os cofres públicos.


Panorama notícias/megaminas.com