Seguidores

Mostrando postagens com marcador tcu. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador tcu. Mostrar todas as postagens

sábado, 4 de janeiro de 2014

EMPRÉSTIMOS SECRETOS - BILHÕES DO NOSSO DINHEIRO ENVIADOS A CUBA E PAÍSES COMUNISTAS



Comento: Será que essas dívidas serão perdoadas?! Será que esse dinheiro não será reenviado para paraísos fiscais?! Será que esse dinheiro não será repassado para algum político corrupto? Ministério Público e Tribunal de Contas da União, a vocês cabe as perguntas?

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Lanchas superfaturadas da Ideli expõem a rede de extorsão montada pelo PT.

As 28 lanchinhas compradas com emendas desviadas e sem finalidade, por cerca de R$ 30 milhões, flagradas pelo TCU, mostram as profundezas do esquema que o PT montou no Brasil, ao longo destes quase 10 anos de poder. Um petista recebe todo apoio para montar uma empresa. Vira empresário. O governo vai lá e compra a sua produção com dinheiro desviado dentro da máquina pública. O petista empresário doa parte da venda ao governo para as campanhas do partido. Se isto acontece com as lanchinhas da Ideli, com o paupérrimo e inútil Ministério da Pesca, imaginem o que não acontece no Ministério da Saúde, no Ministério da Educação e em outras pastas mais recheadas. Recentemente, Dilma ligou para o dono de uma construtora e ordenou: " Sérgio, faça as obras do Beira-Rio". Ele está fazendo. São centenas de milhões de reais ordenados pela presidente da República, sem empenho, sem concorrência, com apenas um telefonaço. Não é à toa que esta construtora é uma das maiores doadoras do PT. Se 28 lanchinhas da Ideli renderam R$ 150 mil, quanto não rendeu o navio João Cândido, até hoje encalhado e sem condições de navegabilidade?

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

TCU abre a caixa preta do BNDES, mas vai esconder o resultado da auditoria

O Tribunal de Contas da União (TCU) está realizando uma auditoria em todos os benefícios financeiros e creditícios concedidos pelo Tesouro Nacional, incluindo os subsídios ao Programa de Sustentação do Investimento (PSI) e ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O assunto está sendo apurado no âmbito do processo 022.684/2010-7. Até o seu encerramento, o acesso ao processo ficará restrito às partes interessadas, de acordo com norma do TCU.

O objetivo da fiscalização, segundo o TCU, é "conhecer e examinar o rol, as fontes de informação e os cálculos referentes aos benefícios financeiros e creditícios concedidos pela União, inclusive para financiamento do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC)". Após essa auditoria, o país poderá ter uma ideia mais clara do custo efetivo dos empréstimos do Tesouro ao BNDES, que já ultrapassam R$ 240 bilhões.

A auditoria do TCU foi iniciada em agosto de 2010, mas até agora não foi concluída. Não houve, portanto, julgamento. Ela abrange a fiscalização de uma enormidade de programas de equalização de taxas de juros feitas pelo Tesouro Nacional, que resultam em pagamento de subsídios. Aqui serão abordadas apenas as questões relacionadas aos empréstimos do Tesouro ao BNDES e às operações subsidiadas do PSI.

Leia na íntegra aqui>>>>
 
Fontes: Valor econômico/blog Coturno Noturno