Seguidores

Mostrando postagens com marcador troca de tiros. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador troca de tiros. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Uberlândia: Dois mortos após trocar tiros com a PM...


Dois homens foram mortos na noite desta quarta-feira, 17 de setembro, em uma troca de tiros com a Polícia Militar no KM-12 do anel viário, entre o Bairro Morumbi e Aclimação, em Uberlândia.
De acordo com a PM, dois homens em atitudes suspeitas foram avistados em uma motocicleta. Na tentativa de abordagem, os suspeitos dispararam vários tiros contra as viaturas.Os militares reagiram e a dupla suspeita foi baleada.
Os dois homens foram socorridos até o Pronto Socorro da UFU em estado grave.
No local do tiroteio, a polícia encontrou dois revólveres calibre 38 e 357 que estavam com os suspeitos. Além disso, um celular com fotos de um dos suspeitos segurando armas de fogo foi apreendido.
Logo depois de serem socorridos, Gerson Diniz Boaventura, de 23 anos, e Carlos Eduardo dos Santos Carvalhos morreram no hospital.

quarta-feira, 9 de abril de 2014

PM localiza suspeitos de matarem sargento do Corpo de Bombeiros em Uberlândia

Imagens do local, onde os policiais conseguiram chegar até a caminhonete roubada do sargento Matos, que perdeu a vida, na última segunda-feira, dia 7 de Abril. Na ação, bandidos trocaram tiros com a PM, nesta manhã de quarta-feira, dia 9, sendo que um jovem de 19 anos morreu, um suspeito ficou ferido e o terceiro e último foi preso após abordagem policial na cidade de Perdizes, no Alto Paranaíba. 

O GiroFoto de hoje é do nosso colaborador: Ronivon Santos 

Caminhonete que foi roubada no latrocínio ao Sargento BM Matos

sábado, 1 de fevereiro de 2014

Velozes e Furiosos: Assalto, sequestro, tiros e na fuga destruíram viatura policial

Em Muniz Freire, sul do estado, 3 bandidos tomaram em assalto o senhor José Francisco da Mota, mais conhecido como Sr. Meireles , de 70 anos que conduzia veículo Honda Civic na noite desta sexta feira (31). Foi roubado da vítima um celular e cerca de R$600,00.  Os bandidos seguiram com a vítima sentido a Alegre e próximo a localidade de São Simão perderam o controle do carro e saíram da pista e não conseguiram seguir viagem.  Logo em seguida , André Alves de 24 anos, passava pelo local com seu veiculo. Ao avistar o carro fora da pista, parou para prestar socorro,  quando foi rendido pelos criminosos.
Os bandidos abandonaram o veículo Honda Civic e o sr. José Francisco no local e embarcaram no carro de Andre Alves, um Chevrolet Cruze e o levaram como refém.
Matéria – Fernando Almança – Da redação e leia matéria completa no ES GUIA NET

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Bandido é baleado por policial militar à paisana na Bahia – Cenas fortes


Após uma tentativa de assalto, bandido é baleado por um policial militar à paisana em troca de tiros na cidade de Itabuna, na Bahia. O assaltante não resistiu aos ferimentos e morreu. A ação do bandido foi contra uma mulher grávida que estava em uma loja de celulares, o esposo da vítima, um policial, reagiu e trocou tiros com o assaltante.

sábado, 25 de maio de 2013

Casa de delegado da Polícia Civil é atingida por tiros em Frutal, MG



A casa do delegado regional da Polícia Civil (PC) de Frutal, Ozório Tertius de Oliveira, que fica no Triângulo Mineiro, foi atingida por tiros na noite desta quinta-feira (23). Segundo a Polícia Militar (PM), ele estava dentro do imóvel quando ouviu o barulho dos disparos e pediu apoio à PC e PM. Uma força tarefa foi montada entre as delegacias de Uberaba e Frutal para apurar o que houve.

De acordo com o chefe de departamento da PC em Uberaba, Ramon Bucci, está descartada a hipótese de atentado, pois nenhum tiro foi disparado contra Ozório Tertius. Todos os tiros acertaram o portão da residência. Os suspeitos fugiram e ainda não foram localizados. O delegado não quis falar sobre o assunto.


Fonte: G1 Triângulo Mineiro/foto ilustrativa, retirada da web

quinta-feira, 9 de maio de 2013

CCJ aprova regras para investigar mortes causadas por policiais


Pela proposta, sempre que a ação do agente resulte em lesão corporal ou falecimento, o delegado deverá instaurar imediatamente inquérito para apurar o fato. No caso de “morte violenta”, o exame de corpo de delito será obrigatório. Texto seguirá para o Plenário.
Dep. João Paulo Lima (PT-PE)
João Paulo Lima: hoje, quando a vítima é pobre, o inquérito não é instaurado.
A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou, nesta terça-feira (7), o Projeto de Lei4471/12, que cria regras para a apuração de mortes e lesões corporais decorrentes das ações de agentes do Estado, como policiais. Pela proposta, esses casos deverão ter rito de investigação semelhante ao previsto para os crimes praticados por cidadãos comuns.
O projeto – apresentado pelos deputados Paulo Teixeira (PT-SP), Fabio Trad (PMDB-MS), Delegado Protógenes (PCdoB-SP) e Miro Teixeira (PDT-RJ) – recebeu parecer pela aprovação do relator, deputado João Paulo Lima (PT-PE). A matéria ainda será analisada pelo Plenário.
A proposta foi considerada prioritária pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, emcomissão geral sobre segurança pública realizada pela Câmara em 19 de março.
O projeto altera o Código de Processo Penal (Decreto-Lei 3.689/41), que autoriza os agentes públicos e seus auxiliares a utilizarem os meios necessários para atuar contra o suspeito que resista à prisão. O código atual não prevê, porém, regras para a investigação no caso de o uso de força policial resultar em morte ou lesão corporal.
Em seu parecer, João Paulo Lima acatou emendas aprovadas anteriormente pela Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado e aceitou ainda emendas apresentadas à CCJ pelo deputado Vieira da Cunha (PDT-RS).
“O projeto prevê que, em caso de ações policiais com agressões e mortes, seja instaurado inquérito com acompanhamento do Ministério Público. Normalmente, quando a vítima é a população mais pobre, não é aberto inquérito, nem são apuradas as condições em que o cidadão foi assassinado”, observou João Paulo Lima.
Inquérito imediato
Pela proposta, sempre que a ação resulte em lesão corporal ou morte, o delegado deverá instaurar imediatamente inquérito para apurar o fato. Uma das emendas permite que o delegado deixe de prender o indivíduo que resistiu à prisão em flagrante e foi vítima de lesão por parte do policial, se entender a medida necessária à formação de provas e à obtenção de informações. O Ministério Público, a Defensoria Pública e a Ouvidoria, onde houver, deverão ser comunicados imediatamente da instauração do processo.

Assim como é previsto para os crimes comuns, na investigação dos incidentes decorrentes da chamada “resistência seguida de morte ou lesão corporal” deverão ser recolhidos todos os objetos envolvidos no evento. Em caso de morte, as autoridades devem requisitar também o exame pericial do local. De acordo com outra emenda, o delegado poderá ainda requisitar registros de comunicação e movimentação das viaturas envolvidas na ocorrência.
Corpo de delito e fotos
A proposta determina ainda que seja realizado exame de corpo de delito em todos os casos de morte violenta envolvendo agentes do Estado. Atualmente, pelo Código de Processo Penal, esse exame é opcional em todos os casos. O laudo da apuração deverá ser entregue à autoridade requisitante e à família da vítima em até dez dias. O texto também proíbe que qualquer pessoa estranha ao quadro de peritos e auxiliares acompanhe o exame, ressalvada a indicação de assistente técnico pelo ofendido ou seu representante legal ou a presença de algum familiar, conforme a redação aprovada na CCJ.

Além do exame de corpo de delito, o projeto exige a documentação fotográfica dos cadáveres “na posição em que forem encontrados”, bem como das lesões externas e de vestígios deixados no local. Os peritos deverão também juntar esquemas e desenhos da ocorrência. Hoje, essa documentação não é obrigatória.
Repórter - Noéli Nobre
Edição - Marcelo Oliveira

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Hipocrisia dos comentaristas da Globo sobre a morte do traficante "Matemático"


Imagens mostram tiroteio em caçada aérea da polícia a traficante no Rio


A Corregedoria da Polícia Civil e a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) apuram a conduta de policiais civis durante a operação realizada na Favela da Coreia, na Zona Oeste do Rio, para prender o traficante Márcio José Sabino Pereira, conhecido como Matemático.
Imagens das câmeras do helicóptero da Polícia Civil obtidas pelo Fantástico mostram os agentes na aeronave atirando a uma altura entre 20 e 40 metros. Casas e prédios foram atingidos. Especialistas em segurança questionam a operação, que foi classificada pela Chefe da Polícia Civil, delegada Martha Rocha, como “desproporcional”.
As imagens são de 11 de maio de 2012. O corpo do traficante Matemático foi achado na madrugada do dia seguinte, dentro de um carro. No tiroteio, nenhum morador foi ferido. Leia mais no G1
Comento: Quantas dezenas, centenas de policiais que morrem todos os dias e ninguém fala nada. A caçada, com ou sem aspas, mostrou que os policiais civis do Rio reagiram a injusta agressão, ou seja, eles revidaram os tiros ao contrário do que foi falado: portanto não houve caça. O importante é que os direitos humanos mais uma vez deram uma "bola fora". A operação foi arriscada, porém o revide necessário e  proporcional aos tiros, a periculosidade do "Matemático" e ao que a situação exigia. Mais uma vez os direitos humanos (com letra bem minúscula mesmo), mostrou o lado que ocupa. Eles não são aliados do povo, como tentam passar que são. Esses comentaristas são na sua maioria demagogos, até porque muitos trabalharam na polícia e sabem a diferença entre o falar e o agir, entre a teoria e a prática. Como dizer que os policiais estavam agindo na emoção? Mas, é claro que agiram também sob forte emoção, senão seriam "robocop". Qual dos mortais, de cima de um helicóptero, avistando um carro com traficantes perigosos, armados com fuzil, inclusive, trocando tiros com polícia, e na iminência te ver a nave cair, como já caiu em outra situação, (clique aqui e leia no G1) e todos morrerem...portanto, quem, diante de um quadro desses teria calma, razão para agir? Esses policiais deveriam ser condecorados, e seriam em qualquer país sério. O lamentável é que em todas as instituições sempre há os traíras, os inconfidentes...pois como pode a Rede Globo ter acesso as imagens que foram feitas apenas por policiais? Tem traíra vendendo a guarnição...e quando isso acontece...o traficante vira coitado e o policial vira o vilão.
 Esta emissora não tem moral para criticar nenhuma ação policial, principalmente depois do golpe que deu nos policiais e bombeiros quando das manifestações da categoria em fevereiro de 2012, onde criminosamente ela mandou grampear os telefones dos líderes militares que lutavam por aumento salarial. O que a Rede Globo tem que se preocupar é com o PROJAC (clique aqui leia mais), dos policiais a população é quem vai julgar...quando aos comentaristas...é fácil demais criticar...o difícil é fazer parte da ocorrência, colocando a própria vida em risco...para quem defendeu o "Matemático", assista o vídeo a partir de um minuto:

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Servição: Após perseguição, ladrões atiram contra PM e são presos em Uberaba



Vidro da viatura foi atingido por disparo (Foto: Divulgação/Assessoria PM)Dois homens foram presos em Uberaba, na tarde desta terça-feira (23) depois de uma abordagem no Bairro Estados Unidos. Segundo a Polícia Militar, eles foram vistos em uma caminhonete roubada nesta sexta-feira (19) e, quando foram parados, um deles acabou atirando contra um soldado da PM, que o perseguiu e o prendeu.
Cerca de três horas depois, o segundo suspeito também foi preso em uma casa no Bairro Fabrício. No local, além da caminhonete, os militares recuperaram outro veículo com placas de Uberlândia, roubado no dia 7 de abril e dois revólveres. Uma mulher que também estava na residência foi detida e conduzida à delegacia.Continue lendo no G1

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Tiroteio entre policiais de UPP e traficantes deixa um morto no Rio (pacificado...)


Uma pessoa morreu e duas ficaram feridas na noite desta quinta-feira após um confronto entre policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio, e traficantes da comunidade. Segundo informações da rádio CBN, tudo começou durante um tumulto entre os policiais e moradores. Na confusão, uma garota de 10 anos teria se ferido com uma bomba de efeito moral e dois PMs atingidos por pedras atiradas pelos moradores. Menos de uma hora depois, teve início um tiroteio na região da UPP.
Durante o confronto, um homem de 21 anos, que comia um cachorro-quente perto de local, foi atingido na cabeça e morreu na hora. Além dele, o morador Ivan Martins dos Santos Filho foi atingido por um tiro no abdômen e um adolescente de 13 anos foi alvejado na perna. Moradores da comunidade alegam que foram agredidos pelos PMs e que soldados da UPP teriam negado socorro após a confusão.  
Por meio de nota, a Polícia Militar informou que policiais da UPP foram atacados por bandidos após um tumulto causado por moradores. Durante o ataque, ainda segundo a PM, criminosos dispararam tiros contra a unidade. Após a morte de um morador, houve mais confrontos  e policiais reagiram com gás de pimenta, bombas de efeito moral e balas de borracha. Homens do Batalhão de Choque foram acionados para dar apoio.
 Portal Terra/Jornal do Brasil

terça-feira, 2 de abril de 2013

Servição!!! Assaltantes foram roubar ônibus cheio de policiais civis...advinha?


Um ônibus com sete policiais civis de Uberlândia sofreu uma tentativa de assalto, na madrugada desta terça-feira (2), próximo a Araguari, no Triângulo Mineiro. Houve troca de tiros e um dos suspeitos morreu no local. Seis pessoas foram detidas e, segundo a Polícia Civil, são suspeitos de participar de uma quadrilha de assalto a ônibus na região.
Os policiais se dirigiam para um evento sindical em Brasília quando foram abordados no km 20 da BR-050. Eles reagiram e houve troca de tiros entre suspeitos e policiais. Um dos ladrões, que anunciou o assalto, morreu na hora e outro foi atingido de raspão. Uma pessoa fugiu de carro sentido a Uberlândia e o outra fugiu a pé. Eles foram detidos na manhã desta terça-feira (2).
Carro dos assaltantes foi apreendido. (Foto: Caroline Aleixo/ G1)
Carro dos assaltantes foi apreendido pela polícia
(Foto: Caroline Aleixo/ G1)
No local, foram presas cinco pessoas, sendo três homens e duas mulheres. Foram apreendidos dois veículos e o ônibus de turismo onde estavam os policiais. Segundo o delegado da 4ª Delegacia Regional da Polícia Civil de Araguari, César Augusto Monteiro, além dos dois veículos, uma arma foi apreendida. Os autores estão sendo reconhecidos na Delegacia de Araguari.
Os policias suspeitam que os autores do crime sejam de uma quadrilha de assalto a ônibus e vão responder por tentativa de roubo e formação de quadrilha.

quinta-feira, 21 de março de 2013

PM morre em troca de tiros em Belo Horizonte



Criminosos roubam carro e trocam tiros com a PM no Bairro Castelo


Motoristas e pedestres que passavam pela a Avenida Presidente Tancredo Neves, no Bairro Castelo, Região da Pampulha, ficaram em meio ao fogo cruzado na tarde desta quinta-feira. Criminosos em fuga depois de roubar um carro no Bairro Floramar, na Região Norte de Belo Horizonte, se depararam com um policial militar próximo a Avenida Miguel Perrela. Houve troca de tiros. O militar foi ferido no peito e morreu a caminho do hospital. Um dos suspeitos foi baleado na perna. 


De acordo com a PM, os criminosos roubaram um Honda Civic na Rua Professor Gabriel Varella, que pertence a sogra de um m policial militar. O soldado, que não teve o nome divulgado, perseguiu os suspeitos em uma moto e passou as informações para a PM. Os assaltantes seguiram pelo Anel Rodoviário em direção a Pampulha e começaram a ser perseguidos por policiais rodoviários.

Quando chegaram na Avenida Presidente Tancredo Neves os suspeitos pararam o veículo próximo a Avenida Miguel Perrela. Neste momento, o soldado aproximou dos homens e fez a abordagem. Um adolescente de 17 anos que estava na direção do carro, atirou e acertou o peito do militar que revidou. O tiro acertou a perna do suspeito. O outro criminoso, que tem 16 anos, tentou fugir, mas acabou detido. 

O soldado, de 24 anos, é lotado no 39º Batalhão da Polícia Militar. Ele foi encaminhado para o Hospital João XXIII por um helicóptero da corporação que acompanhava a ocorrência. O jovem morreu antes mesmo de chegar na unidade de saúde. O adolescente ferido foi levado para o Hospital Odilon Behrens. 

Os policiais foram até a casa do outro suspeito, no Bairro Riacho, em Contagem, na Grande BH, e encontraram no imóvel 62 pinos de cocaína. O menor afirmou que a intenção era roubar o carro para depois cloná-lo.


Estado de Minas

sexta-feira, 15 de março de 2013

Ladrão é morto após trocar tiros no Centro de Uberlândia



Um homem morreu na manhã desta quinta-feira (14), por volta de 11h30, em uma joalheria localizada na avenida Floriano Peixoto,  cruzamento com travessa Joviano Rodrigues, no Centro de Uberlândia.
De acordo com a Polícia Militar (PM) este homem, até o momento não identificado,  e um comparsa teriam entrado no estabelecimento e anunciado o assalto. Quando estavam saindo, a vítima (autor) foi atingida por um tiro na altura do peito e caiu na calçada. O outro autor fugiu em uma motocicleta levando produtos da loja, ainda não informados.
Segundo comerciantes vizinhos, eles escutaram seis disparos arma fogo e viram o homem caído, imóvel. Ainda não é possível dizer quem atirou.
O homem foi socorrido inconsciente pelo Corpo de Bombeiros ao PS-USU, onde já deu entrada sem vida.
A PM encontrou ao lado do corpo um revólver calibre 38 e três cápsulas. A ocorrência está em andamento.
Com esta morte já são 46 homicídios em Uberlândia neste ano.
UIPI

domingo, 10 de março de 2013

Avião com meia tonelada de pasta base é interceptado em Indianópolis - MG


Uma pessoa morreu e outras sete foram presas durante operação contra o tráfico de drogas em Indianópolis, no Triângulo Mineiro. A afirmação é do sargento Ivan, comandante da Polícia Militar (PM) de Abadia dos Dourados, no Alto Paranaíba. Segundo ele, a ocorrência foi na tarde deste sábado (9), na BR-365, e cerca de meia tonelada de pasta base de cocaína e um veículo foram apreendidos.
Ainda de acordo com o sargento, o grupo estava em uma aeronave, que foi interceptada na chegada de Indianópolis. Houve troca de tiros e a operação, segundo o militar, foi realizada pela Polícia Federal de Uberlândia, em parceria com as demais polícias da região.
G1 tentou contato com as delegacias de plantão das cidades de atuação e também com os delegados, mas ninguém atendeu as ligações. O sargento Ivan informou, ainda, que as pessoas presas devem ser encaminhadas para a delegacia de Polícia Federal de Uberlândia.
Carolina Portilho
Do G1 Triângulo Mineiro

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

PM É BALEADO EM TROCA DE TIROS EM UBERLÂNDIA

Local foi encontrado após denúncia anônima (Foto: Reprodução/TV Integração)
Quatro homens foram presos e um menor apreendido durante uma operação da Polícia Militar de Uberlândiana tarde desta quarta-feira (13). Durante a ação um policial e um dos suspeitos foi baleado.

A polícia chegou até uma casa no Bairro Shopping Park, onde funcionava um desmanche, por meio de denúncia anônima. No local a PM encontrou uma motocileta que teria sido furtada nesta terça-feira (12) e um carro que já estava sem os bancos.

De acordo com a PM, os suspeitos tentaram fugir e foi aí que um deles e um policial foram baleados. “Chegamos em cinco viaturas, cercamos todo o local e percebemos que o grupo tentou fugir da casa pulando o muro e saindo correndo pela residência. Mas como haviam duas viaturas dando cobertura, conseguimos prender os cinco que estavam desmanchando o veículo. Contudo, durante a ação ouvi disparos e do lado de fora vimos os feridos", explicou o tenente da Polícia Militar, Henrique Marinho.
Ainda segundo o tenente, talvez o mesmo projétil que atingiu o militar tenha atingido o infrator de raspão, mas até o presente momento não foi encontrada nenhuma arma de fogo.

O suspeito e o policial foram encaminhados para o Pronto Socorro do Hospital de Clinicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), mas ninguém da assessoria de imprensa foi encontrado para falar sobre o assunto.

Fonte: G1 Triângulo Mineiro

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Assaltantes de ônibus morrem em troca de tiros com a PM de Uberlândia


Dois homens morreram em uma troca de tiros com a Polícia Militar e a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), após um assalto a ônibus no km 18 da BR-497, na madrugada desta segunda-feira (03). Até o momento eles não foram identificados. O ônibus de turismo seguia de Foz do Iguaçu para Goiânia, quando próximo ao distrito de Miraporanga foi abordado por um Corolla com cinco ocupantes.
Foram encontrados no Corolla duas armas de fogo, munições, um rádio HT e dinheiro
Os autores intimidaram o motorista atirando quatro vezes contra o veículo e ordenando que entrasse em uma estrada vicinal. Ninguém se feriu. Longe da rodovia, os bandidos agrediram os passageiros e levaram diversas joias, brinquedos e produtos diversos.
A Polícia Militar foi acionada e realizou um cerco bloqueio na BR-497. Ao avistar o carro indicado na denúncia foi iniciada uma perseguição. O veículo foi encontrado abandonado próximo ao bairro Morada Nova, em Uberlândia. Durante buscas, três suspeitos foram localizados em um matagal e atiraram contra a polícia, que revidou.
Materiais roubados dos passageiros foram recuperados no veículo abandonado
Dois homens atingidos foram encaminhados ao Pronto-Socorro da Universidade Federal de Uberlândia (PS-UFU), mas não resistiram aos ferimentos. O outro suspeito conseguiu fugir.
No carro foram localizadas lanternas e dois revólveres, um calibre 38, com seis munições, sendo quatro deflagradas, e uma arma automática 380, municiada e com numeração raspada. Vários produtos furtados das vítimas foram recuperados.
Os corpos foram levados ao Instituto Médico Legal (IML) e aguardam identificação.
De acordo com o tenente-coronel Sandro, da PM, o Corolla foi roubado em Uberlândia no último sábado (1º) e há informações de que ele tenha sido usado em um assalto a residência e outro a supermercado neste final de semana.

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Trocou tiro e atropelou PM, depois...ABRAÇOU O CAPETA


Viatura PM Baleada (Foto: Felipe Santos/G1)
Três suspeitos de roubar um veículo em Uberaba, no Triângulo Mineiro, trocaram tiros com a Polícia Militar (PM) de Uberlândia na noite desta quinta-feira (25). Os policiais cercaram o veículo na BR-050, onde foram surpreendidos pelo trio. No tiroteio, um suspeito que foi atingido pela polícia morreu no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), segundo a PM. Às 23h50 desta quinta-feira, o segundo baleado passava por cirurgia. Um policial foi atropelado durante a ação, mas passa bem. Um suspeito conseguiu fugir.
Segundo a PM de Uberaba, o veículo foi roubado na Avenida Afrânio de Azevedo, no Bairro Olinda. Os suspeitos renderam o dono do carro e fugiram pela BR-050 sentido Uberlândia. “Eles entraram em contato com a gente e fizemos um cerco-bloqueio na rodovia onde nos deparamos com o veículo roubado”, disse o sargento Luciano Brum, da PM de Uberlândia.


O sargento afirmou que, ao perceber que seriam abordados, os suspeitos efetuaram diversos disparos que atingiram a viatura. “Nós revidamos e um dos nossos militares desceu do carro para tentar parar o veículo roubado. Eles jogaram o carro para cima do policial e o atropelaram”, contou o sargento.
Quando chegaram à rotatória do Bairro Custódio, às margens da rodovia, o trio voltou a atirar contra os policiais, que revidaram os disparos e acertaram dois suspeitos. Eles foram levados para o Hospital de Clínicas da UFU onde foram internados. Com os suspeitos, os militares apreenderam uma pistola ponto 40 de uso restrito das polícias militar e civil. O carro roubado, que foi perfurado por vários tiros também foi apreendido.
(Foto: Felipe Santos/G1)

Parte 1

Parte 2


Fonte: UIPI

terça-feira, 27 de março de 2012

Mato Grosso: Briga entre agentes da Civil e Federal termina com 14 tiros em Avenida

Cenas de medo de terror, de quem deveria dar segurança para a população


Tiros, tumulto, corre-corre e o trânsito completamente interditado em uma das principais Avenidas de Cuiabá, a Historiador Rubens de Mendonça, ou Avenida do CPA. O cenário visto na noite desta segunda-feira (26), era de uma praça de guerra. Policiais fortemente armados fizeram barreiras em grande parte da perimetral tudo para conter uma briga de trânsito entre um policial civil e um federal. 

 Por pouco os disparos não ocasionaram uma tragédia, e os motoristas parados no engarrafamento quilométrico viveram minutos de pânico. O tiroteio aconteceu nas proximidades do prédio da Polícia Federal, quase na altura do viaduto da Avenida do CPA – local de intenso tráfego de carros, ônibus e pessoas. 

 O desentendimento entre os policias civil Fabrício Costa Leite, de 51 anos, e o federal Walter Sebastião Piovan Júnior, de 40 anos teve inicio nas imediações da Avenida Mato Grosso e terminou com 14 disparos em um local público de grande movimentação.  

Conforme a versão do agente civil Fabrício Leite que dirigia a caminhonete S-10 Chevrolet, de cor preta, placa NJQ-8165, ao ver Continue no BLOG DA RENATA