Seguidores

Mostrando postagens com marcador viatura clonada. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador viatura clonada. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Ladrões clonam viatura da polícia para fazer roubos e sequestros



Os cinco detidos nesta terça-feira (23), no Parque São Lucas, na Zona Leste de São Paulo, que usavam carros falsos da Polícia Civil, são suspeitos de praticar  roubos e sequestros-relâmpagos. Segundo a polícia, eles se passavam por investigadores para cometer crimes.

De acordo com a polícia, um dos carros, que copiava um veículo da Polícia Civil, estava em uma oficina mecânica na Rua Costa Barros. Ele tinha sirene e rádio comunicador. A placa era a mesma de um carro da corporação, embora a pintura fosse diferente. Os policiais também apreenderam um distintivo falso, armas, relógios, computadores e uma porção de maconha. Três suspeitos foram presos em flagrante.



Em um lava-rápido, a polícia encontrou outro carro falso. Ele também tinha sirene e parecia um veículo usado em investigações sigilosas da Polícia Civil. Dois homens que estavam no local também foram detidos.

Os investigadores encontraram ainda um galpão que pode ter sido usado como cativeiro, onde havia correntes, cordas, uma máscara, além de objetos de possíveis vítimas de sequestro.

Os suspeitos vão responder por porte ilegal de arma, receptação, formação de quadrilha e outros crimes. Clique aqui e assista a cobertura no G1

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

ATENÇÃO UBERLÂNDIA E REGIÃO: VIATURA CLONADA DA FORÇA TÁTICA PMSP TRANSITA EM MINAS

Atenção militares de Uberlândia e Região para viatura da FORÇA TÁTICA, PM SP, segundo denuncias repassadas pelo COPOM Uberlândia, em 13ago12, esta viatura seria clonada, e foi vista nesta data, evadindo-se sentido o município de ARAGUARI-MG. Divulguem a informação. Esta foto foi retirada da internet, e não se sabe qual o prefixo usado na viatura real. Esta foto é meramente ilustrativa, por ter o modelo igual ao visualizado em Uberlândia. Cautela na abordagem, guarda alta, até que se prove o contrário.

Anastácio - Blog No Q.A.P